Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara de Santo Tirso reduz dívida em mais de quatro milhões

23 Setembro 2014
Pra a do munic pio 1 980 2500

MUNICÍPIO DIMINUIU AINDA O PRAZO DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE MAIS DE 120 PARA 90 DIAS

Até ao final do primeiro semestre deste ano, a Câmara Municipal de Santo Tirso conseguiu reduzir o passivo em mais de quatro milhões de euros, o que equivale a uma redução percentual de 12,68%. O anúncio foi feito hoje pelo presidente da autarquia, durante a reunião extraordinária do executivo camarário. Joaquim Couto revelou, ainda, que o prazo médio de pagamento a fornecedores “desceu consideravelmente”, desde que tomou posse.

O relatório de revisão das contas semestrais de Santo Tirso é demonstrativo “de um grande sentido de responsabilidade da atual gestão municipal”. Os dados conhecidos hoje, segundo Joaquim Couto, refletem “uma gestão cuidada, atenta e rigorosa que garante a possibilidade de continuar a responder aos desafios, nomeadamente, o investimento em infraestruturas a levar a cabo ainda neste e no próximo ano”. “A saúde financeira do Município garante a manutenção da nossa dinâmica de gestão.

Nos primeiros seis meses, reduzimos a nossa dívida em mais de quatro milhões de euros e isso vai de encontro aos compromissos eleitorais assumidos”, realçou Joaquim Couto, lamentando o discurso que tem sido adotado pelos vereadores da coligação PSD/PPM: “Os senhores vereadores da oposição falam em «despesismo», mas estão distraídos. No mínimo, estarão enganados quanto ao destinatário dos vossos recados”. Assim, de acordo com o relatório apresentado, durante o primeiro semestre de 2014, houve uma diminuição da despesa corrente em todas as suas rúbricas, desde os fornecimentos e serviços externos a despesa com pessoal.

O presidente da Câmara de Santo Tirso deu conta, ainda, que o prazo médio de pagamento a fornecedores desceu consideravelmente, e situa-se atualmente próximo dos 90 dias. “De salientar que, aquando da tomada de posse deste executivo, o pagamento médio de pagamento registava um valor médio superior a 120 dias”. “É um sinal de confiança que transmitimos aos nossos fornecedores”, advogou. Na reunião extraordinária do executivo municipal, com a exceção de um (aprovado por maioria), todos os pontos foram aprovados por unanimidade.

Partilhar
ColorAdd Icone