Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Projeto LACES

 Logo_PT (2)

 

O Município de Santo Tirso participa no projeto LACES – Laboratórios de Apoio à Criação de Emprego e Empresas de Economia Social, cofinanciado a 75% pelo FEDER no âmbito do programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

O projeto que se realiza entre 2018 e 2019 é dirigido a empresas e empreendedores da economia social e visa contribuir para a promoção e consolidação da economia social na Euro-região Galiza - Norte de Portugal de forma a gerar e consolidar emprego, através da execução de programas piloto para a competitividade e impulso das empresas da economia social no espaço transfronteiriço.

Visa também criar instrumentos de conhecimento e inovação para modernizar as estratégias de promoção e apoio a empresas da economia solidária e colaborativa, favorecendo a consolidação da criação de empresas e emprego de qualidade na Euro- região.

A rede de parceiros do projeto é constituída,  no Norte de Portugal pela Câmara Municipal de Santo Tirso, pela Universidade Trás os Montes e Alto Douro  (UTAD), pela ACIBTM – Associação Centro de Incubação Base Tecnológica do Minho (Incubo) e pela TECMINHO – Associação Universidade-Empresa para o Desenvolvimento, e na Galiza pela Secretaría Xeral de Emprego da Xunta de Galicia, pela USC (Universidad de Santiago de Compostela), pela ESPAZOCOOP (Unión de cooperativas galegas), pela AESGAL (Asociación Empresarial de Sociedades Laborales de Galicia) e pela AGACA (Asociación Galega de Cooperativas Agrarias).

O LACES prevê a realização de um conjunto alargado de serviços agrupados em 4 laboratórios piloto orientados para a implementação de novas estratégias de promoção e apoio à economia social em setores emergentes e para a modernização dos mais tradicionais:

  1. Laboratórios para a identificação de oportunidades de negócio:
    1. unidade de identificação de oportunidades de negócio em economia social vinculadas aos setores emergentes ou à exploração de recursos endógenos no espaço transfronteiriço, incluindo o setor primário;
    2. redação de agendas setoriais para incentivar a criação e a consolidação de empresas de economia social em setores emergentes;
    3. unidade de recursos interativos para o desenho e maturação de oportunidades de negócio.
  2. Laboratórios de criatividade e comunicação em economia social:
    1. mostra de ideias empresarias em economia social;
    2. fóruns de economia social;
    3. rede digital de economia social (economia social net).
  3. Laboratórios para a criação e consolidação de empresas de economia social
    1. aceleradora de projetos da economia social;
    2. criação de espaços de empreendedorismo POP UP;
    3. programa de apoio a empresas “transforma-te e cresce”;
    4. vale de serviços a empresas da economia social.
  4. Laboratórios para o reforço e melhoria da capacitação de recursos humanos
    1. programa de mobilidade “residências transfronteiriças“ para quadros de empresas da economia social;
    2. bolsas de gestão transfronteiriças;
    3. academia de talento da economia social.

Mais informações: http://www.laceseconomiasocial.com/ 

Faldon-Logos_2

Partilhar
ColorAdd Icone