Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Consignada a construção da nova esquadra da PSP

30 Outubro 2013
Imagem maquete 1 980 2500

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, consingou, no dia 30 de outubro, as obras de construção da nova esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP), depois da reunião tida com o Ministério da Administração Interna (MAI) para fechar o fiinanciamento ao projeto, orçado em mais de um milhão de euros. A empreitada de reabilitação da antiga cadeia municipal, em S. Bento da Batalha, foi adjudicada à Betebal-Sociedade de Construções, S.A. e terá a duração de um ano, a partir da data de consignação.

A construção da nova esquadra da PSP resulta de um protocolo estabelecido entre a Câmara Municipal de Santo Tirso e o MAI, com a duração de 50 anos, a contar da conclusão da obra que amanhã se inicia.

O projeto de reabilitação prevê a construção de um novo corpo, que ligará ao existente através de uma galeria. Já a fachada do edifício que albergou a cadeia municipal será mantida. Pelo contrário, a escada exterior vai ser demolida, com vista a recuperar a imagem original do espaço.

A recuperação do edifício localizado em S. Bento da Batalha envolve a divisão do espaço em quatro áreas funcionais. No rés do chão, ficarão as áreas destinadas ao atendimento ao público e ainda as áreas policial e de trânsito, enquanto, no primeiro piso, estarão situadas a secretaria, a sala de rendição, o gabinete de informática e a área de comando.

No piso térreo do novo corpo que vai ser construído no âmbito da reabilitação do edifício, funcionarão as zonas de apoio logístico e os vestiários para os agentes masculinos. Para o primeiro piso, o projeto contempla uma ala de alojamento para as forças de segurança, constituída por três quartos triplos e uma zona de tratamento de roupa. Ainda no piso superior, estão localizados os vestiários femininos, a zona de arrecadação de armas e a casa-forte.

O projeto prevê também a construção de um novo acesso à futura esquadra da PSP e a criação de uma zona coberta de estacionamento com capacidade para seis lugares, um dos quais para pessoas com mobilidade reduzida, e uma zona descoberta com nove lugares.

Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, “a consignação da obra é o passo que falta dar para a construção da esquadra da PSP na antiga cadeia municipal, um edifício com um grande valor histórico e arquitetónico que deve ser salvaguardado”.

Partilhar
ColorAdd Icone