Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Santo Tirso entre os municípios que mais reduziram a dívida em 2016

31 Julho 2017
C mara municipal de santo tirso 1 980 2500

SÓ NO ÚLTIMO ANO, CONCELHO REGISTOU DECRÉSCIMO NA ORDEM DOS 5,5 MILHÕES DE EUROS

Os dados são lançados pelo Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, e colocam Santo Tirso entre os municípios que mais reduziram a dívida no ano de 2016. Só no último ano, o concelho registou um decréscimo na ordem dos 5,5 milhões de euros, “uma constatação no que toca à consolidação das contas municipais”, segundo Joaquim Couto.

Entre os 308 municípios portugueses, Santo Tirso ocupa a 24ª posição no ranking dos que mais reduziram a dívida no ano de 2016. O concelho registou um decréscimo na ordem dos 5,5 milhões de euros, menos 14 por cento comparativamente com o ano anterior. Os dados são do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, um documento que faz, anualmente, a radiografia da saúde financeira dos municípios, desenvolvido pela Ordem dos Contabilistas Certificados.

Na totalidade do mandato, a descida da dívida municipal foi ainda mais acentuada: menos 9,2 milhões de euros, o que representa uma diminuição de 25,4%. “É a confirmação de uma trajetória iniciada em 2013, no que toca à consolidação das contas municipais, fruto de uma política de rigor, transparência e equilíbrio orçamental que desde o início quisemos levar a cabo. É com regozijo que constatamos, mais uma vez, que Santo Tirso está nos radares dos municípios portugueses com indicadores financeiros positivos, como é, por exemplo, a redução da dívida”, explica Joaquim Couto.

O autarca acrescenta ainda: “Santo Tirso é mesmo um exemplo para o todo nacional, contribuindo para a redução da dívida que se verificou no ano de 2016, a menor dos últimos 11 anos em Portugal”.

O documento revela também que o Município tem um dos mais baixos rácios no que respeita ao número de funcionários por cada mil habitantes. Em Santo Tirso, existem 376 trabalhadores para 71 mil habitantes, o que se traduz num rácio de 5,45 trabalhadores por mil habitantes, quando, a média nacional, é de 11,34.

Em 2016, ano a que se reportam os dados apresentados pela Ordem dos Contabilistas Certificados, Santo Tirso foi o sexto município, entre 308, que menos recorreu a crédito bancário, tendo apenas contraído um empréstimo de cerca de 90 mil euros, ao passo que abateu 1,8 milhões de euros de obrigações bancárias.

Segundo dados oficiais da Direção Geral das Autarquias Locais, as notícias são também positivas no que toca ao Prazo Médio de Pagamento a fornecedores. Em 2012, o Município pagava aos fornecedores em 145 dias, sendo que no segundo trimestre de 2017, esse prazo é de 16 dias.

Partilhar
ColorAdd Icone