Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Posto avançado dos Bombeiros Tirsenses instalado em Monte Córdova

17 Julho 2020
Tr 11464 1 980 2500

EQUIPAMENTO IRÁ GARANTIR MAIOR PROXIMIDADE E RAPIDEZ DE RESPOSTA DURANTE O PERÍODO CRÍTICO DE INCÊNDIOS

Já está operacional o novo posto avançado dos Bombeiros Voluntários Tirsenses, em Monte Córdova. A funcionar na sede da Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Cabanas, o espaço foi adaptado com o apoio da Junta de Freguesia de Monte Córdova e da Câmara Municipal de Santo Tirso e manter-se-á em funcionamento até outubro.

Durante o período crítico dos incêndios, e até 15 de outubro, estará em funcionamento o posto avançado dos Bombeiros Tirsenses na Freguesia de Monte Córdova. O objetivo é garantir maior proximidade e rapidez de resposta a um dos locais do concelho com maior área florestal.

“A criação deste posto resulta do diálogo entre várias instituições concelho que se dispuseram a encontrar soluções que garantissem a máxima segurança da população”, destacou o presidente da Câmara Municipal, Alberto Costa, durante a visita desta manhã, que assinalou o arranque do posto.

Já Raquel Meireles, vice-presidente da Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Cabanas, instituição que cedeu as instalações, assegurou que a Associação terá “sempre as portas abertas” para parcerias semelhantes, especialmente tratando-se de “assegurar, no dia a dia, o bem-estar de todos”.

O espaço em que o posto funcionará foi adaptado com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Monte Córdova e tem, agora, wc’s com chuveiros, uma cozinha e dormitórios. Funcionará em permanência, 24 horas por dia, e Andreia Correia, presidente da Junta de Freguesia de Monte Córdova, acredita que “será uma mais-valia para a freguesia”.

Santo Tirso tem uma área florestal superior a 6 mil hectares e, explica Alberto Costa, “Monte Córdova é uma das freguesias que mais contribui para este número e uma das zonas com maior risco em matéria de incêndios”. Ter recursos humanos e técnicos na zona é, por isso, “uma forma de garantir maior rapidez de alerta, uma intervenção mais eficaz e, ao mesmo tempo, uma forma de garantir maior qualidade na gestão de meios”, ressalva o autarca.

Ao posto avançado estarão alocados uma ambulância, um carro de primeira intervenção, um autotanque e uma Equipa Logística de Apoio ao Combate. “A equipa que estará deslocalizada durante este período está preparada para dar resposta à primeira intervenção ao nível de incêndios rurais, mas também para emergências hospitalares”, adiantou Vítor Pinto, segundo Comandante dos Bombeiros Voluntários Tirsenses, lembrando que a presença em Monte Córdova irá, por outro lado, “ajudar a alavancar o voluntariado na Associação”.

Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios

No terreno desde o início do mês de junho, o Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios conta com 20 equipas e cerca de 69 elementos dedicados aos incêndios florestais, contando com os meios permanentes disponíveis nos Corpos de Bombeiros do Município.
A par das entidades da Área de Proteção Civil, o Dispositivo de Santo Tirso tem integrada uma equipa municipal composta por cinco elementos no ativo, que resultam de uma parceria com o IEFP.
Integram, ainda, o dispositivo a equipa de Sapadores Florestais, as equipas de proteção florestal da GNR, as equipas de comando da GNR de Santo Tirso e Vila das Aves, apoiadas em viaturas todo o terreno, duas equipas da PSP e uma equipa de primeira intervenção da Junta de Freguesia da Agrela.

Partilhar
ColorAdd Icone