Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Poesia Livre traz vozes da Lusofonia a Santo Tirso

27 Fevereiro 2020
Sessao de apresentacao do programa da poesia livre decorreu na quinta de fora 1 980 2500

EDIÇÃO DESTE ANO HOMENAGEIA O POETA E ESCRITOR ANGOLANO ONDJAKI

De 6 a 21 de março o concelho volta a encher-se para a nova edição da Poesia Livre, onde poderão ouvir-se alguns dos sons da lusofonia. Ondjaki, poeta e escritor angolano, é o homenageado deste ano.

“Vozes da Lusofonia” é o mote para a edição de 2020 da Poesia Livre que, de 6 a 21 de março traz às ruas do concelho um vasto programa onde, segundo o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, “são encontradas diferentes formas de fazer chegar a poesia a todos”. Durante o mês de março, a poesia deixa as salas de aula e as bibliotecas para se fazer ouvir nas ruas, nos transportes públicos, nas juntas de freguesias e em vários outros pontos do concelho.

Aos 42 anos, Ondjaki tem no currículo trabalhos dos mais diversos géneros literários, que vão desde a poesia ao romance, passando pelos contos ou pela literatura infantojuvenil. “Para além de ser um poeta é um excelente prosador e um sociólogo com análises fantásticas sobre o individuo”, adiantou José Queijo Barbosa, da comissão organizadora da Poesia Livre, durante a sessão de apresentação do programa, que decorreu no último sábado na Quinta de Fora. “Ele tem uma poesia muito fresca e pareceu-nos que era uma excelente opção para chegar a vários públicos”, continuou.

“Queremos, cada vez mais, que este seja um evento transversal que possa ser apreciado por todas as faixas etárias”, assumiu Alberto Costa, lembrando a importância de” conhecer, valorizar e promover a cultura dos países de língua portuguesa”.

Com um vasto programa que se estende ao longo de 16 dias, um dos momentos altos está marcado para a noite de 18 de março. Às 21h00, Cremilda Medina traz a morna cabo-verdiana à Fábrica de Santo Thyrso, num concerto que explora os ritmos de uma cultura mundialmente conhecida através da voz de Cesária Évora.

Já no dia 19 de março, às 14h15, na Escola Básica da Ponte, Ondjaki tem encontro marcado com os alunos. A homenagem ao escritor prossegue dia 21, às 18h00, no átrio da Câmara Municipal de Santo Tirso. A sessão de homenagem, que contará com a presença do autor, será conduzida pelo professor Eusébio André Machado, com a presença de Luís Barbosa Soares e participação musical do Projeto Cardo Roxo.

Ondjaki foi, ao longo dos anos, agraciado com diversos prémios entre eles. Em 2008 venceu o Prémio Grinzane que o reconheceu como melhor escritor africano e, mais recentemente, em 2013, conquistou o Prémio José Saramago, com o romance “Os transparentes”.

O programa completo da Poesia Livre está disponível no site www.cm-stirso.pt.

Partilhar
ColorAdd Icone