Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Inaugurada a requalificação da E.M. 558 que liga a Reguenga à Seroa (Paços de Ferreira)

16 Janeiro 2022

OBRA, HÁ MUITO ANSIADA PELA POPULAÇÃO, ENVOLVEU INVESTIMENTO DE 600 MIL EUROS


O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, inaugurou a requalificação da Estrada Municipal (E.M.) 558, que estabelece a ligação da freguesia da Reguenga à Seroa, em Paços de Ferreira. Uma obra que, segundo o autarca, “é de grande relevância para a população”.

Com uma extensão total de 1,4 quilómetros, a intervenção envolveu um investimento de 600 mil euros, visando a melhoria das acessibilidades e da circulação em segurança. “Esta era uma intervenção muito ansiada e representa uma melhoria significativa não só para a população da Reguenga, mas também para todos aqueles que circulam, diariamente, entre Santo Tirso e Paços de Ferreira”, salientou Alberto Costa.

Segundo o autarca, “este é mais um dos investimentos que a Câmara Municipal de Santo Tirso tem vindo a fazer ao longo dos anos, no âmbito de uma estratégia global de melhoria das infraestruturas rodoviárias do concelho”.

Alberto Costa lembrou que esta obra é “mais uma promessa concretizada, não é utopia, e isso deve-se também ao bom relacionamento que existe entre o Município e todas as juntas de freguesia, bem como com as associações e empresas”.

“A requalificação da E.M. 558 faz parte de um conjunto de obras estruturais que a Câmara Municipal está a executar no concelho e que visam melhorar os principais acessos ao Município”, acrescentou, dando como exemplo os trabalhos que já decorrem na melhoria E.M. 318, em Água Longa, e a construção da ligação do cemitério de Vilarinho a Paradela, recentemente inaugurada.

Alberto Costa destacou, ainda, que no corrente ano de 2022 serão investidos mais 1,3 milhões de euros para acabar com as ruas em terra no concelho. Um objetivo no qual foram já aplicados, ao longo dos últimos anos, mais de três milhões de euros.

Por seu turno, o presidente da Junta de Freguesia da Reguenga, Márcio Pinho, classificou a requalificação da E.M. 558 como uma obra “verdadeiramente importante e necessária para a melhoria da qualidade de vida dos reguenguenses e dos tirsenses”.

“Esta requalificação é o produto do empenho e da dedicação de várias pessoas e entidades que, desde o início, souberam perceber que só com trabalho de equipa e um forte espírito de colaboração e entreajuda era possível ultrapassar os obstáculos e realizar uma obra que, para muitos, era uma utopia, um sonho que jamais poderia ser realizado”, acrescentou.

Partilhar
ColorAdd Icone