Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Palcos de Santo Tirso

04 a 20 Outubro 2019
Cmst palcos2019 thumbnail interno 1 980 2500

 

04 de outubro 21h30

Uma Casa à Portuguesa
Companhia de Teatro de Santo Tirso
Escola Secundária Tomaz Pelayo

A ocasião é de celebração. Depois de muito tempo, a família reúne-se para festejar a reforma do pai. A dinâmica familiar tão própria, já dá, por si só, ‘pano para mangas’, mas um acontecimento que tem tanto de inesperado como de previsível surpreende toda a família.

Texto: Francisco Simões. Encenação: Sara Salgueiro. Interpretação: Afonso Cardo, Ana Leites, Beatriz Mascarenhas, Francisco Simões, Inês Afonso, João Andrade, João Cardo, Miguel Martins, Rafaela Sousa, Rodrigo Silva, Vítor Gonçalves.

Comédia • Público Geral • 50 minutos


05 de outubro 21h30

A Forja de Alves Redol
Tem – Teatro Experimental de Mortágua
Centro Paroquial da Reguenga

“Forja” é uma obra de intensa emoção e tragédia inquietante, audaciosa, surpreendente de técnica modelar de processo e completa na segurança dos seus efeitos dramáticos. Trabalho empolgante de um dramatismo sombrio e brutal, esta peça revela a mesma estrutura realista dos romances de Alves Redol e a simbologia nela expressa enraíza-se na mesma pertinente temática do ficcionista: a luta do homem pela sobrevivência e pela conquista da dignidade humana.

Texto: Alves Redol.
Encenação: Manuel Ramos Costa.
Interpretação: Anabela Jorge, David Oliveira, Décio Rosa, Fátima Reis, Fátima Vicente, Francisco Vicente, Helena António, Hugo Mello, José Carlos, São Garcia e Tony Nobre.

Drama • M/12 • 80 minutos


11 de outubro 21h30

Cordel - Uma viagem pela cultura popular
Companhia teatral Procênio – Brasil
Centro Paroquial de Fontiscos

“Cordel” conduz o público numa viagem pela cultura popular, tendo como pilar principal a literatura de cordel. A peça, composta por quatro histórias narradas por um curioso andarilho, aborda, de um modo geral, a cultura de um povo, visto por muitos como um povo sofrido e castigado pela seca do sertão, mas que, apesar de tudo, preserva as suas tradições, mantendo viva a cultura popular brasileira. Um povo pobre e humilde, mas que tem muito para nos oferecer.

Texto: Companhia Teatral Procênio.
Encenação: Felipe Silva.
Interpretação: Felipe Silva.

Comédia • M/6 • 50 minutos


12 de outubro 11h00

João e o Pé de Feijão
Companhia teatral Procênio – Brasil
Biblioteca Municipal de Santo Tirso

Palco montado, cenário preparado e luzes acesas. Tudo pronto para um maravilhoso espetáculo, certo? Errado! Misteriosamente os atores que realizariam a apresentação desaparecem e Juca, o zelador do teatro, resolve encenar a peça para não dececionar o público presente. De uma forma mágica, divertida e muito criativa, o zelador Juca dá vida à história de “João e o Pé de Feijão”.

Texto: Companhia Teatral Procênio.
Encenação: Felipe Silva.
Interpretação: Felipe Silva.

Infantil • M/3 • 40 minutos


12 de outubro 21h30

O Rei está a morrer
Teatro Aviscena
Centro Paroquial de Areias

Havia, num reino imaginário, um Rei que julgava possuir um poder eterno. Um dia, porém, tudo se desmorona e se precipita para a anarquia e o horror. É então que o Rei tem que aceitar o inevitável, o grande encontro com a sua morte. Será que vai mesmo morrer? Um espetáculo repleto de humor, sarcasmo e… uma pitada de tragédia.


Texto: Ionesco (adaptação).
Encenação: Cristiano Coelho.
Interpretação: Cláudio Ribeiro, Olga Sousa, Daniela Arcipreste, Cristiano Coelho, Carlos Pimenta, Yvonne Machado.

Trágico-cómico. • M/6 • 90 minutos


13 de outubro 16h00

Burro vai, burro vem
Roderikus – Companhia de Teatro de Roriz
Centro Paroquial de Santo Tirso

Dois burros de carga, por amor, planeiam uma fuga da casa dos seus donos, duas das mais iminentes figuras da aldeia, o padre e a bruxa. Mas o mundo dá muitas voltas e depois de muitas ‘burripécias’... voltam 20 anos depois.


Texto: Roderikus.
Encenação: Roderikus.
Interpretação: Dirceu, Arlette, Magda, Lara, Rui, Cristiana, João, Mónica, Andreia, Elisabete, David, Jorge, Marco, Clara, Leonor, Adriana, Rui Miguel, Matilde, Carolina, Diogo, Santiago, David, Nuno, João.

Comédia • M/6 • 100 minutos


19 de outubro 21h30

Josefina e Clementina
Pateo das Galinhas
Centro Paroquial de Monte Córdova

“Josefina e Clementina” é uma adaptação livre do conto “The Daughters of the Late Colonel” de Katherine Mansfield; uma comédia negra que nos confronta com duas irmãs que circulam entre o passado e o presente amarradas a memórias e aS convenções que as impedem de construir a felicidade. Nas suas angústias e nas suas atitudes reconhecemos, porém, algo que nos éfamiliar. Entre o patético e o ridículo, seremos nós também assim?


Texto: Katherine Mansfield (adaptação).
Encenação: Maria João Rocha.
Interpretação: Isabel Cardoso; Helena Adão;
Ana Paula Veloso; Vítor Silva; Margarida
Bessone; João Biscaia.


Comédia • M/12 • 60 minutos


20 de outubro 16h00

Como estamos de amores?
Cale Estúdio Teatro
Centro Cultural Municipal de Vila das Aves

Adaptação da obra “É impossível ser feliz sozinho”, cujo argumento nos transporta ao universo de um casal, Laura e Alberto, seus amores e desamores e a todo um conjunto de questões, às vezes sem resposta, que as personagens da obra fazem continuamente a partir de situações do quotidiano. Não são personagens patéticos, nem vulgares. São, nada mais nada menos, que dois seres que num momento das suas vidas fazem esta pergunta: como vamos de amores?! E tentam encontrar as respostas precisas para comprovar que vale a pena continuar a apostar no amor que os uniu.

Texto: Criação Colectiva.
Encenação: António d’Alegria.
Interpretação: Carolina Flores, Cândido
Xavier.


Comédia • M/12 • 50 minutos

Partilhar
ColorAdd Icone