Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Santo Tirso ganha projeto de promoção do emprego jovem

13 Junho 2017
Criacao de emprego 1 980 2500

REDE INTERNACIONAL PREVÊ UM INVESTIMENTO NA ORDEM DOS 400 MIL EUROS

Santo Tirso é o único município português que vai integrar uma parceria internacional com 14 membros europeus, tendo em vista o desenvolvimento de ações inovadoras de promoção do emprego jovem. A Câmara vai alocar ao projeto um investimento nacional orçado em mais 400 mil euros, que incidirá na organização de dois programas de incubação de projetos na área das indústrias criativas e na organização de estágios nessa mesma área. “Trata-se de um investimento muito importante para o concelho, uma vez que esta rede internacional tem como objetivo a dinamização da participação dos jovens em atividades e projetos criativos”, congratulou-se o presidente da autarquia, Joaquim Couto.

Portugal, Reino Unido, França e Espanha. Estes são os quatros países que integram o Projeto Atlantic Youth Creative Hubs, sendo a Câmara Municipal de Santo Tirso o único parceiro a nível nacional. O projeto verá a sua execução iniciar-se já no segundo semestre deste ano e prolongar-se-á até 1 de maio de 2020.

Joaquim Couto recorda que “a promoção do emprego e a dinamização económica” foram, desde o início do mandato, duas das prioridades assumidas pela Câmara de Santo Tirso. Neste contexto, desde o ano passado, o Município integra uma candidatura internacional, composta por 14 membros europeus. “Não quisemos deixar passar esta oportunidade e recentemente recebemos a notícia de que a candidatura tinha sido aprovada”, adiantou.

O projeto Atlantic Youth Creative Hubs tem previsto um orçamento total de 4,2 milhões de euros, estando a Câmara de Santo Tirso contemplada com um investimento de mais de 400 mil euros, comparticipados pelo FEDER. Segundo o presidente da autarquia, a ideia é “mobilizar um conjunto de parceiros nacionais do setor empresarial e do ensino superior”, desenvolvendo várias atividades. Esta parceria envolve Universidades, Municípios, Centros e Investigação e Centros Empresariais.

Dentro da promoção do emprego jovem, Santo Tirso propõe-se a criar dois programas de incubação de projetos na área das indústrias criativas e na organização de estágios nessa mesma área, para além do envolvimento em todas as atividades transnacionais e de partilha de experiência com os parceiros internacionais. Será dado especial em foque a Iniciativas Locais de Emprego, promovendo a entrada dos jovens no Mercado de trabalho seja pela via tradicional de emprego seja pelo empreendedorismo através do apoio empreendedorismo e consolidação de empresas.

“Temos a Fábrica de Santo Thyrso que terá um papel fundamental neste projeto, com a coordenação do nosso Gabinete de Dinamização Económica, o Invest Santo Tirso”, explicou Joaquim Couto, acrescentando: “Vamos alargar o número de jovens empresas instaladas no Centro de Empresas e Inovação e dinamizando as atividades da Incubadora de Moda e Design”.

A aposta no quarteirão cultural e criativo da Fábrica de Santo Thyrso tem sido uma das apostas da Câmara que, para breve, tem previsto o acolhimento permanente do Modatex, na IMOD, com o subsequente desenvolvimento de atividades de formação técnica e profissional na área da Moda, bem como a instalação do Centro de Artes Alberto Carneiro num novo espaço requalificado.

Partilhar
ColorAdd Icone