Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Pavilhão Desportivo da EB de Negrelos com gestão descentralizada

29 Abril 2016
Assinatura do protocolo 1 980 2500

MEDIDA VAI PERMITIR MELHOR SERVIÇO À POPULAÇÃO

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, e o presidente da Junta de Freguesia de S. Tomé de Negrelos, Roberto Figueiredo assinaram ontem, quinta-feira, o protocolo que descentraliza a gestão do Pavilhão Desportivo da EB de S. Tomé de Negrelos. A administração fica, agora, a cargo da Junta de Freguesia de S. Tomé de Negrelos e permitirá um melhor serviço à população local e das freguesias vizinhas.

Prestar um melhor serviço à população, não apenas local mas das freguesias vizinhas, é objetivo do protocolo de nova gestão do Pavilhão Desportivo da EB de S. Tomé de Negrelos. O protocolo entre a Câmara de Santo Tirso e a Junta de Freguesia foi assinado ontem, quinta-feira, no final da reunião descentralizada do executivo, que decorreu, exatamente, no Pavilhão da Escola de S. Tomé de Negrelos.

O acordo delega as competências de gestão do pavilhão desportivo fora do período do horário letivo, o que permitirá alargar o seu horário de utilização a toda a população, de acordo com as atividades que ali poderão ser realizadas.

Para o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, este protocolo segue a linha do compromisso assumido pelo executivo municipal desde o início do mandato: “Desde outubro de 2013, este executivo municipal decidiu abrir um novo ciclo em matéria de relacionamento institucional com as instituições e associações do concelho, nomeadamente as Juntas de Freguesia. Temos levado a cabo várias medidas descentralizadoras da ação política, e este protocolo é uma delas”, aludiu.

REUNIÃO DESCENTRALIZADA

Das medidas assumidas em termos de descentralização, as reunião públicas das Câmara Municipal que têm decorrido um pouco por todo o concelho são disso exemplo. Ontem, o executivo municipal esteve no Pavilhão Desportivo da EB de S. Tomé de Negrelos, com uma plateia cheia de jovens estudantes. “Esta é uma forma de promover a cidadania e a aproximação do poder político às pessoas e aos mais novos”, congratulou-se Joaquim Couto, depois de ter sido interpelado com algumas questões, no período da intervenção do público.

imagem

Partilhar
ColorAdd Icone