Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara anuncia 10 milhões para ampliação da rede de saneamento

16 Março 2016
Joaquim couto esteve na etar de  gua longa 1 980 2500
MAIS DE 90 POR CENTRO DA POPULAÇÃO FICARÁ SERVIDA

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, anunciou, esta quarta-feira, um investimento de quase 10 milhões de euros na ampliação da rede pública de saneamento. A medida permitirá que, em 2018, mais de 90 por cento da população esteja coberta.

Em apenas quatro anos, o investimento na rede pública de saneamento de Santo Tirso atingirá os 13,6 milhões de euros. Depois de 2014 e 2015 terem ficado marcados pelo arranque e conclusão de obras no valor de 3,7 milhões de euros, Joaquim Couto anunciou que já está em curso um novo investimento, no valor de 1,2 milhões de euros.

“São obras que vão decorrer durante este ano e que abrangem mais de mil casas, num total de 22 quilómetros”, revelou o autarca, explicando tratarem-se de trabalhos que vão permitir o fecho de algumas «pontas» de saneamento, perto da rede já existente.

Mais significativo será o valor de investimento que arrancará até ao final do ano e se prolongará até 2018. No total, 8,7 milhões de euros que permitirão que a capacidade de rede de esgotos de Santo Tirso atinja mais de 90 por cento da população, número que supera o exigido pelas normas europeias.

“Dos quase 14 milhões de euros de investimento em quatro anos, 20 por cento já está concluído, e a outra parte está a ser candidatada a fundos comunitários europeus pela Águas do Norte, com avanço de obras previsto ainda para este ano. É expetável que o último investimento esteja concluído no final de 2017, início de 2018”, afirmou aos jornalistas Joaquim Couto, no final da apresentação pública do plano de ampliação da rede pública de saneamento, que decorreu na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Água Longa.

“São investimentos muito importantes para a qualidade de vida do Município. É um compromisso que temos com a população, o de fazer todos os esforços para dotar o concelho o mais rapidamente possível de rede pública de saneamento”, enalteceu Joaquim Couto, referindo que o plano prevê que todas as freguesias sejam abrangidas.

Durante a apresentação, o autarca apelou à ativação das redes por parte da população. Segundo o presidente da Câmara, há cinco mil fogos em que as pessoas não ligam os seus esgotos à rede pública. ”Esta é uma questão de saúde pública. Hoje, apelei também aos presidentes das juntas de freguesia aqui presentes para que sensibilizem a população a ativar as redes já disponíveis”, apontou.

Uma preocupação partilhada pelo vice-presidente da Águas do Norte, Martins Soares, que marcou presença na cerimónia. De acordo com aquele responsável, não basta construir redes. É importante que a população perceba que se tem rede à porta deve ligá-la. “Muitas vezes, as pessoas exigem este serviço público. Depois, quando está em construção, reclamam por causa das obras e quando está pronto assobiam para o lado. Devem perceber que estes investimentos são pagos por todos os consumidores. Quantas mais pessoas estiverem ligadas ao sistema, mais económica poderá ser a tarifa", acrescentou Martins Soares.

imagem
Joaquim couto esteve na etar de  gua longa 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone