Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara investe mais de 8 milhões em obras nas freguesias

07 Março 2016
Foto arquivo obras em s. martinho do campo 1 980 2500

PROJETOS INCLUEM REQUALIFICAÇÃO DA REDE VIÁRIA, PAVIMENTAÇÃO DE RUAS E CONSTRUÇÃO DE NOVOS EQUIPAMENTOS


A Câmara Municipal de Santo Tirso tem em curso um volume de investimentos que ultrapassa os oito milhões de euros nas 14 freguesias do concelho. O valor é referente a obras e projetos de requalificação da rede viária das freguesias, de pavimentação de ruas, de construção de novos equipamentos, entre outros.

“Apesar de termos assumido como das prioridades das políticas municipais a Coesão Social, lançando um pacote de medidas de apoio às famílias e às empresas, temos estado atentos às necessidades e anseios das freguesias”, aludiu o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, dando conta que há um conjunto de projetos e obras no terreno, alguns dos quais reivindicados há anos pelos presidentes de Junta.

Prova disso, nos últimos dois anos, a autarquia já colocou em marcha um conjunto de investimentos em obras nas freguesias no valor de 20 milhões de euros. Segundo Joaquim Couto, “o investimento por parte da Câmara nas freguesias é, assim, uma realidade e está para durar”.

Para o ano de 2016, está em curso um volume de investimentos de mais de oito milhões de euros, em obras e projetos de requalificação da rede viária das freguesias, de pavimentação de ruas, de construção de novos equipamentos, entre outros.

Previstas para breve, estão o arranque da requalificação da Rua Silva Araújo, na freguesia de Vila das Aves, orçada em 740 mil euros, o início das obras de requalificação da Praceta do Alto da Feira e a requalificação da Praça Camilo Castelo Branco, com um custo estimado de um milhão de euros. Na freguesia de Vila Nova do Campo, decorrem atualmente as obras da primeira fase de requalificação da Avenida Manuel Dias Machado, que avançarão para a segunda fase.

Na União de Freguesias de Areias, Sequeirô, Lama e Palmeira avançarão dois projetos: a requalificação do acesso e adro da igreja da Palmeira e a requalificação do campo municipal de futebol de Areias.

Já na União de Freguesias de Carreira/Refojos estão previstos trabalhos de drenagem e pavimentação das Ruas dos Frinjos e Rua das Mourenças. Enquanto que em Água Longa, decorre a requalificação da Rua de Marnotes e na União de Freguesias de Lamelas e Guimarei se está a desenvolver o estudo para a beneficiação da Rua de Forjães – EM 558-2.

Em Rebordões, têm sido levadas a cabo um conjunto de requalificações de vias, ainda esta semana foi inaugurada a requalificação da Rua 10 de Junho, estando prevista uma intervenção na Rua Manuel Lagoa.

Em Vilarinho, a Câmara de Santo Tirso vai avançar com a primeira fase da requalificação da EM 513, num investimento que ronda os 600 mil euros. A intervenção irá iniciar-se na VIM (Vizela) até ao Bairro da Baiona, criando condições para circulação dos veículos pesados que atravessam esta via municipal.
Em Roriz, um dos projetos que se encontra em cima da mesa é a construção de um parque de lazer que sirva a freguesia.

Na freguesia da Reguenga, está concluído o projeto de requalificação da Estrada Municipal 558, que liga o concelho de Santo Tirso a Paços de Ferreira, num investimento de um milhão de euros. Brevemente, será aberto o concurso público.

Em Monte Córdova, foi já consignada a obra de reconstrução de um muro de suporte na Rua de Vilar, orçada em 90 mil euros. Ainda nesta freguesia, não tarda o arranque da reparação da cobertura da Escola de Santa Luzia.

A construção da garagem de apoio ao edifício da sede da Junta de Freguesia da Agrela já tem projeto concluído e aguarda apenas a abertura do concurso público para a sua execução.

Em curso, estão ainda os projetos de reformulação do entroncamento da Estrada Nacional 105 com a Estrada Municipal 209-2, na freguesia de S. Tomé de Negrelos.

Estes são apenas alguns dos exemplos do investimento da Câmara Municipal de Santo Tirso nas freguesias. Para além destes oito milhões, a autarquia tem ainda previsto um plano de obras nas redes públicas de água e saneamento que será anunciado em breve.
Partilhar
ColorAdd Icone