Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara diminui 100 mil euros com recolha do lixo

06 Janeiro 2016
Foto arquivo 1 980 2500

CONTRATAÇÃO DE NOVA EMPRESA PERMITE AINDA AUMENTAR LIMPEZA URBANA

Mais serviços e menos custos para o Município de Santo Tirso. Este foi o resultado do concurso internacional para recolha de resíduos sólidos e limpeza urbana, lançado no ano passado, e que culminou com a entrega deste serviço a uma nova empresa. Para além de uma diminuição de 100 mil euros por ano, a Câmara de Santo Tirso conseguiu garantir um aumento dos serviços prestados, quer na área da limpeza urbana, quer na área da recolha de lixo, nomeadamente com o reforço de contentores nas várias freguesias.

“Numa altura em que se exigem políticas orçamentais de poupança e uma gestão das finanças municipais rigorosa, o novo contrato que a Câmara Municipal de Santo Tirso assinou na área da recolha do resíduos sólidos e limpeza urbana é disso exemplo”, congratula-se o presidente da autarquia, Joaquim Couto.

No novo contrato em vigor, o preço da tonelada passa de 39,55 euros para 29,65. Contudo, ao serviço de recolha e transporte do lixo, a Câmara Municipal de Santo Tirso decidiu acrescentar a limpeza urbana, nomeadamente em Santo Tirso e Vila das Aves, libertando as juntas de freguesia desses encargos. “A diminuição da despesa não pode ser feita a qualquer custo. Consideramos de extrema importância manter o concelho limpo, servindo bem a população”, salvaguarda o autarca. Ainda assim, acrescentou, com a adição deste novo serviço, a Câmara ainda conseguiu diminuir cerca de 100 mil euros com os custos nesta área.

Os serviços de limpeza urbana, que passam, agora, a ser prestados pela empresa vencedora do concurso internacional para recolha de resíduos sólidos e limpeza urbana, o Consórcio Rede Ambiente/Ecorede, envolvem a varredura de várias ruas das freguesias de Vila das Aves e de Santo Tirso, bem como a limpeza de sarjetas, lavagem de alguns arruamentos e praças e substituição de papeleiras.

Por outro lado, e dado que o Município de Santo Tirso já era servido a 100 por cento pela recolha e transporte de resíduos urbanos, o upgrade deste contrato permite que passe para a responsabilidade da empresa o reforço de contentores nas diversas freguesias e a sua substituição em caso de ficarem danificados. Encargos, explica Joaquim Couto, “que deixa de estar sob a responsabilidade da Câmara de Santo Tirso, permitindo a diminuição de custos com este tipo de serviços”.

Partilhar
ColorAdd Icone