Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Multinacional Weg aposta em Santo Tirso

25 Novembro 2015
1 1 980 2500

A Weg escolheu o Parque Empresarial da Ermida, em Santo Tirso, para instalar a sua segunda unidade industrial em Portugal. A primeira pedra das futuras instalações foi lançada no passado dia 25 de novembro e, segundo o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, deverão estar "em pleno funcionamento em meados do próximo ano".

“Queremos crescer em Santo Tirso, juntos com a comunidade. Na área empresarial, as questões logísticas são muito importantes, assim como as rodovias e a proximidade ao aeroporto. Nesta matéria, Santo Tirso está de parabéns”, elogiou Luís Alberto Tiefensee, superintendente da Unidade de Negócios Motores da WEGeuro.

Mais valias enaltecidas, por seu turno, por Joaquim Couto: “As facilidades concedidas pela Câmara Municipal e a proximidade com o Porto, Braga, Guimarães e os excelentes acessos às autoestradas, faz de Santo Tirso um Município atrativo para as empresas”.

O investimento inicial da Weg é de 15 milhões, estando prevista a criação de 150 novos postos de trabalho em Santo Tirso. Desta forma, a multinacional brasileira de equipamentos elétricos reforça a sua presença em Portugal, com a construção de uma segunda unidade de motores.

Na cerimónia do lançamento da primeira pedra das futuras instalações da multinacional, no passado dia 25 de novembro, Joaquim Couto revelou que “por forma a estimular este investimento, a Câmara apoiou a vinda da Weg para o concelho, com a isenção de impostos, taxas e licenças, em cerca de meio milhão de euros”. “Por outro lado”, explicou “Santo Tirso tem uma rede de esgotos industriais, que evita a construção de estações de tratamentos, permitindo às empresas ter de fazer, apenas, uma ligação à rede já existente”.

Para o efeito, a Weg comprou um lote de 10 hectares, seguindo a sua política de fazer de cada localização um polo fabril. A faturação prevista da nova fábrica será de 26 milhões de euros, dirigidos à exportação.

Igualmente satisfeito com o projeto, Luís Alberto Tiefensee afirmou que, desde o seu arranque, “a Weg tem procurado desenvolver, cada vez mais, a empresa, visualizando amplas oportunidades de crescimento. Esta nova unidade de motores elétricos vai permitir aumentar a nossa capacidade de produção do mercado europeu”.

Satisfeito com a vinda da fábrica para Santo Tirso, Joaquim Couto realçou o efeito deste investimento "na diversificação do emprego e do setor produtivo do concelho", estimulando ainda a economia da região "ao criar sinergias com outras empresas".

A Weg é um dos maiores fabricantes mundiais de motores e equipamentos elétricos, contando com 31 mil assalariados e uma faturação (2014) de 7,8 mil milhões de reais (1,9 mil milhões de euros).

As obras da nova unidade incluem um laboratório de ensaios, que entrará em fase de testes já na primavera de 2016.

1 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone