Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Lanches escolares iguais para todos os alunos

18 Novembro 2015
Img 0169 1 980 2500

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai investir, por ano letivo, cerca de 230 mil euros para uniformizar os lanches escolares aos alunos que frequentam o pré-escolar e 1º ciclo do Ensino Básico. A medida está contemplada num protocolo assinado entre a autarquia e os agrupamentos de escolas. Ao todo estão abrangidos cerca de três mil alunos.

Ciente das dificuldades que algumas famílias atravessam neste momento no concelho de Santo Tirso, o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Couto, avançou com mais uma medida de grande alcance social. A atribuição de lanches escolares, de acordo com os escalões dos alunos.

“Desde que assumimos a gestão municipal, elegemos como eixo fundamental da nossa ação governativa, as políticas educativas e sociais e estamos a fazer tudo para ajudar as famílias”, aludiu Joaquim Couto, após a cerimónia de assinatura do protocolo com o Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques, que decorreu no dia 17 de novembro.

Esta é uma medida que envolve um investimento de 230 mil euros por ano letivo. Um contributo que, segundo o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, “vai auxiliar as famílias, nestes tempos em que, cada vez mais, se evidenciam as dificuldades económicas, e em que, muitas vezes, a alimentação é descurada”.

Assim, nas escolas vão passar a ser distribuídos lanches de manhã e de tarde a cerca de três mil alunos do pré-escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico. “Colmatamos também o facto de muitos dos alunos chegarem à escola sem lanche ou com um lanche pouco saudável”, realçou, também, Joaquim Couto, advertindo para a necessidade de a escola pública “promover a igualdade”.

Da parte da manhã, o lanche é composto por um pão de mistura com queijo/fiambre/manteiga/compota de frutas/marmelada (alternadamente) e leite escolar (fornecido pelo agrupamento).

O lanche da tarde, às segundas, quartas e sextas, é composto por um pão de mistura com queijo/fiambre/manteiga/compota de frutas/marmelada (alternadamente) e um iogurte líquido ou sólido.

O lanche da tarde, às terças e quintas, é composto por um pão de mistura com queijo/fiambre/manteiga/compota de frutas/marmelada (alternadamente) e fruta escolar (fornecida pela autarquia).

O pagamento do lanche escolar é feito de acordo com o escalão do agregado familiar. Os alunos abrangidos pelo escalão A não pagam, os do escalão B comportam metade do valor e os do escalação C pagam a totalidade do valor do lanche, que ronda os 23 cêntimos da parte da manhã e varia entre os 23 e os 50 cêntimos, para os lanches da tarde.

Recorde-se que, neste novo ano letivo, a Câmara Municipal de Santo Tirso vai continuar a assegurar a distribuição gratuita de fruta nas escolas do concelho, uma iniciativa que além de se manter, vai agora ser reforçada com a atribuição dos lanches escolares, a serem distribuídos às crianças do pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico.

Além do Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques, Joaquim Couto e a vice-presidente da autarquia, Ana Maria Ferreira, estiveram, também, no Agrupamento de Escolas de S. Martinho, onde assinaram o protocolo de colaboração, para atribuição dos lanches escolares.

Img 0169 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone