Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Rede Social de Santo Tirso referenciada por boas práticas

02 Novembro 2015
Pra a 1 980 2500

A Rede Social de Santo Tirso foi referenciada por “boas práticas”. A indicação foi dada pelo Instituto de Segurança Social (ISS), através do convite para que a organização esteja representada no Fórum Regional de Redes Sociais, que decorre no concelho de Évora, este mês.

A Rede Social de Santo Tirso, coordenada pela Câmara Municipal de Santo Tirso, foi indicada pelo Instituto de Segurança Social (ISS), como detentora de uma política de boas práticas nacionais, no que respeita à metodologia de planeamento estratégico. Criada em 2002, a sua expansão tem sido notória, contribuindo para uma rede solidária mais forte e eficiente, capaz de canalizar os recursos existentes para as principais necessidades observadas no concelho.

Desde o início da sua atividade, destaca-se a elaboração do diagnóstico social, de planos de desenvolvimento social que, progressivamente, vão definindo a estratégia concelhia em matéria de ação social, a montagem de um sistema de informação e a aprovação de candidaturas a equipamentos sociais, indispensáveis ao apoio às respetivas populações.

O atual executivo da Câmara Municipal de Santo Tirso tem vindo a apostar em iniciativas, programas e projetos de ação social. O agravamento de indicadores como a taxa de desemprego e todas as consequências que daí advêm (como são disso exemplo os problemas relacionados com o alcoolismo, a toxicodependência, a violência doméstica, as crianças e jovens em risco, etc.), fazem da inclusão social também uma prioridade municipal.
Neste contexto, a autarquia tem levado a cabo um conjunto de políticas sociais que visam minimizar as condições vulneráveis em que algumas pessoas vivem e que vão de encontro a linhas estratégicas importantes para o futuro do concelho, trabalhando com uma série de instituições do concelho e que compõe a Rede Social de Santo Tirso.

De acordo com Joaquim Couto, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, “hoje, mais do que nunca, as políticas de apoio à família, são fundamentais. Na crise que atravessamos, nos dias difíceis que estamos a viver e que se têm vindo a agravar, as redes familiares suavizam as consequências do desemprego, da perda de habitação, do empobrecimento. As políticas de apoio à família mais eficazes, são as de proximidade”. Nesse sentido, acrescentou, “é extremamente importante que seja feito um trabalho multidisciplinar, envolvendo diversas instituições e associações que estão no terreno e que, como a Câmara, querem desenvolver um conjunto de ações dirigidas à população mais vulnerável, com vista maiores níveis de coesão social”.

Estes são os motivos do reconhecimento feito pelo ISS, ao convidar a Rede Social de Santo Tirso a estar representada este mês, no concelho de Évora, para participar no Fórum Regional das Redes Sociais.

O fórum é subordinado ao tema “Intervir em rede em contexto de crise” e pretende apresentar projetos de apoio à coesão social e novas metodologias de intervenção social.

Pra a 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone