Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Comunicado: Transferência do Hospital de Santo Tirso

13 Agosto 2015
Hospital de santo tirso 1 980 2500

Após ter tornado públicas as preocupações inerentes à eventual transferência do Hospital de Santo Tirso para a Santa Casa da Misericórdia, e de ter reclamado o envolvimento no processo, a Câmara de Santo Tirso esteve reunida com a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte e com a Santa Casa da Misericórdia. Nas reuniões foram garantidas um conjunto de condições que asseguram a qualidade dos serviços de saúde para a população do Município. Assim:

1. O Governo garante, por escrito, que o Hospital de Santo Tirso vai manter todas as especialidades existentes, criando, ainda, a especialidade de cirurgia vascular;
2. O número de camas do Hospital de Santo Tirso para o Internamento de Medicina, Cirurgia e Ortopedia é mantido;
3. O acesso da população ao Hospital de Santo Tirso far-se-á nas condições atuais, ou seja, no âmbito do Serviço Nacional de Saúde (SNS);
4. A referenciação hospitalar e consultas externas dos doentes de Santo Tirso passam a ser feitas diretamente para o Porto, nomeadamente para o Hospital de S. João, Maternidade Júlio Dinis e IPO.
a) Fica assim garantida a independência do Hospital de Santo Tirso do Hospital de Famalicão;
b) Pertencendo os utentes (Santo Tirso e Trofa) à Área Metropolitana do Porto, esta salvaguarda na referenciação é extremamente importante.
5. O acesso ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) através do INEM e dos Bombeiros seguirá as mesmas regras da referenciação hospitalar, ou seja, os doentes serão encaminhados para o Porto;
6. Nenhum colaborador do Hospital de Santo Tirso irá ser despedido e todos manterão o vínculo à função pública;
7. Fica garantido no contrato de transferência do Hospital para a Santa Casa da Misericórdia – que poderá entrar em vigor a 1 de janeiro de 2016 – uma cláusula de salvaguarda, em que admite a renúncia do contrato, após as eleições legislativas, caso o próximo Governo tenha um entendimento diferente.

Concluindo, a Câmara Municipal de Santo Tirso congratula-se que tenha sido contemplado no acordo que será estabelecido entre o Governo e a Santa Casa da Misericórdia um conjunto de preocupações apontadas pela autarquia, entre as quais a manutenção dos serviços de saúde, a referenciação dos doentes para o Porto e a manutenção dos postos de trabalho.
Nada move a Câmara Municipal de Santo Tirso contra a Santa Casa da Misericórdia, que tem um papel fundamental sob o ponto de vista da assistência social que presta no concelho.
Tendo havido a garantia do Governo e da Santa Casa da Misericórdia de que a população vai ter melhores condições de acesso e maior qualidade nos cuidados de saúde, a autarquia apela a que a eventual passagem do Hospital de Santo Tirso para a Misericórdia, por decisão governamental, seja o mais objetiva possível, de forma a que não exista instabilidade quer por parte dos trabalhadores do hospital, quer por parte dos utentes.

 

Hospital de santo tirso 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone