Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

RAP nas Escolas de Santo Tirso para assinalar a Poesia

16 Março 2015
Mundo segundo  deck 97  1  1 980 2500

ENTRE 18 E 21 DE MARÇO, MUNICÍPIO COMEMORA A POESIA LIVRE DEDICADA A MIA COUTO


Ritmo, improviso, rimas. A poesia ao serviço da expressão urbana e vice-versa. Em sessões dedicadas ao público mais jovem, dois dos melhores intérpretes portugueses de hip-hop aproximam literatura e música, criação e modernidade, recorrendo a um estilo cada vez mais popular e presente na esfera pública. A Poesia Livre vai andar nas ruas de Santo Tirso, entre 18 e 21 de março, num ano dedicado a Mia Couto.


De forma a celebrar o Dia Mundial da Poesia, que se comemora a 21 de março, a Câmara Municipal de Santo Tirso volta a promover, este ano, a Poesia Livre, dedicada a Mia Couto. Durante quatro dias a poesia vai invadir as ruas de Santo Tirso, e são várias iniciativas que prometem espalhar as palavras do escritor moçambicano e prestar tributo à lusofonia. Música, dança, dramatização e pequenos espetáculos de declamação, são algumas das atividades promovidas pela autarquia em colaboração com diversas instituições e escolas do concelho.
Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, esta é uma iniciativa importante uma vez que “pretende estimular o interesse pela leitura e promover a poesia portuguesa, apresentando várias iniciativas”. O objetivo, explica, ”é levar a poesia a todos os públicos”, com ações pensadas para todas as idades e que vão decorrer nos cafés, nos centros de saúde e até mesmo nas feiras.
Nos dias 19 e 20, a poesia chega às escolas em forma de rap. Mundo Segundo e Maze, dois dos melhores intérpretes portugueses de hip-hop aproximam literatura e música. O primeiro estará na quinta-feira, pelas 10h30 e pelas 15h30, na Escola Secundária D. Dinis e no Instituto Nun’Alvres, respetivamente. Maze, por seu turno, visitará na quinta-feira, pelas 15h30, a Escola Secundária Tomaz Pelayo e na sexta-feira, às 10h30, a Escola Secundária S. Afonso Henriques.
Do programa da Câmara Municipal de Santo Tirso constam, ainda, o Baú Itinerante com Poesia de Mia Couto localizado em cafés, mercearias e restaurantes e algumas sessões de poesia e música organizadas um pouco por todas as freguesias do Município de Santo Tirso.
Na praça 25 de Abril, durante os quatro dias de Poesia Livre, estará patente ao público um “estendal poético” com peças de vestuário decoradas com poemas de Mia Couto e de muitos outros poetas. Nesse mesmo dia a poesia sai à rua, numa iniciativa promovida pelos alunos da Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento que proporcionará aos utentes do Centro de Saúde de Santo Tirso momentos de alegria e inspiração, através da leitura de poemas de autores portugueses. Também os utentes do Posto de Saúde e Lar de Idosos de S. Martinho do Campo e do Lar José Luís de Andrade e Santa Casa de Misericórdia de Santo Tirso vão ser agraciados por uma visita literária. Numa atividade dirigida a toda a comunidade, pelas 17h30, os alunos do Agrupamento de Escolas D. Dinis irão interpretar e declamar poemas de Mia Couto e de outros poetas, no Mosteiro de S. Bento.
Já no dia 19, quinta-feira, pelas 22h00, o Largo Coronel Baptista Coelho vai servir de palco a uma sessão dos Versos ao Luar. Um serão ao ar livre, onde a música e declamação de poemas se vão aliar à temática do escritor Mia Couto, num momento dinamizado pelos alunos da Escola Profissional Cidenai.
De realçar no dia 20 de março a atividade «Próxima paragem: Poesia Livre», uma viagem de comboio entre Vila das Aves e o Porto, onde os alunos da Escola Básica da Ponte prometem surpreender os passageiros, com declamações de alguns versos.
No último dia de programação, pelas 15h30, na Biblioteca Municipal irá ser apresentado o Livro de Goreti Dias: Dos prazeres e seus contrários - ousadias e fantasias. Logo de seguida, a praça 25 de Abril acolhe um Espetáculo de Rua, levado a cabo pela Expressão Companhia de Teatro. Aqui, qualquer tirsense que passear na rua poderá ser «inter-poetado», num confronto com a poesia. Já no átrio da autarquia, será lançado o debate: A música e a poesia deixaram de ser armas. A Poesia Livre encerra com uma sessão de poesia, em Monte Córdova, pelo Grupo de Teatro Amador, às 21h30.

Partilhar
ColorAdd Icone