Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Santo Tirso combate desperdício alimentar

15 Dezembro 2014
Assinatura do protocolo 1 980 2500

A Câmara Municipal de Santo Tirso e a Associação Dar i Acordar – Associação para a Recuperação do Desperdício – formalizaram uma parceria, com o objetivo de combater o desperdício alimentar no concelho. Em resultado do protocolo estabelecido, o Município implementa o Movimento Zero Desperdício, um programa cujo funcionamento assenta na criação de uma rede local de parceiros, que asseguram o aproveitamento dos alimentos excedentários, dentro de um apertado controlo de higiene.

Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, esta parceria, que permite canalizar o excesso alimentar para quem mais precisa, é fundamental. “Garantir que os nossos munícipes têm assegurada uma necessidade tão básica quanto a alimentação é uma preocupação permanente. Orgulhamo-nos de, no âmbito do programa MIMAR, estarmos a conseguir garantir refeições às crianças durante as férias escolares. Mas, naturalmente, tudo o que possamos fazer no sentido de levar bens alimentares a um maior número de pessoas é sempre extremamente importante e encarado como prioritário. Acreditamos, por isso, que esta parceria com a Dar i Acordar será bastante frutífera ao disponibilizar-nos ferramentas que nos permitem criar redes de ajuda efetiva”, explica Joaquim Couto.

A Câmara Municipal de Santo Tirso, enquanto entidade gestora do projeto, passa, assim, a ter a obrigação de apoiar e coordenar localmente o Movimento Zero Desperdício, operacionalizando-o através da divulgação e angariação de entidades recetoras e doadoras. Na rede de reaproveitamento entram todos os bens alimentares confecionados ou não, em boas condições de consumo, excedentes de estabelecimentos de restauração (que ainda não saíram da cozinha), ou com prazo de validade próximo de fim.

Cabe ainda ao Município identificar as famílias carenciadas e canalizar para estas os recursos disponíveis, trabalhando junto das entidades cooperantes, de forma a garantir a recolha, o transporte, o acondicionamento e a distribuição dos bens.

Partilhar
ColorAdd Icone