Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

XXI Festival Internacional de Guitarra arranca a 16 de maio

30 Abril 2014
Apresenta  o festival de guitarra 1 980 2500

SONS DO MUNDO MARCAM O XXI FESTIVAL INTERNACIONALDE GUITARRA DE SANTO TIRSO

 O XXI Festival Internacional de Guitarra decorre entre 16 de maio e 6 de junho, em Santo Tirso, com uma programação eclética e com um vasto leque de sonoridades, interpretadas por músicos de referência mundial. O convívio entre várias expressões musicais é o mote da edição deste ano, com destaque para a guitarra clássica, a guitarra tradicional, o rock progressivo e os sons latino americanos. Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, que em 1994 lançou a primeira edição do Festival, o programa deste ano revela novidades que pretendem ir de encontro “às novas expectativas do público”. O festival, destaca, “é uma aposta cultural a manter no município, não só pela presença de valores internacionais em Santo Tirso, mas também pela notoriedade que o evento já granjeou no estrangeiro”. Steve Rothery, membro fundador dos Marillion, será um dos artistas em destaque.

 Com um investimento na ordem dos 50 mil euros, fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal de Santo Tirso e a Artave – Escola Profissional Artística do Vale do Ave e o CCM- Centro de Cultura Musical, a programação do XXI Festival Internacional de Guitarra atravessa três continentes e seis países: Itália, Brasil, Portugal, Turquia, Inglaterra e China. Sem perder as referências e o espírito das primeiras edições, nas quais a guitarra clássica foi preponderante, explica Joaquim Couto, a aposta em diferentes sonoridades pretendeu “conferir uma maior diversidade temática e, desta forma, atrair cada vez mais público”.

“Este é um evento cultural que queremos manter em Santo Tirso, colocando o município na rota de alguns dos maiores artistas mundiais. Acredito que a edição de 2014 do Festival Internacional de Guitarra será mais um êxito, confirmando-se como uma marca de qualidade”, aponta o autarca, recordando que desde a primeira edição o Festival recebeu rasgados elogios em Portugal e no estrangeiro. “Queremos seguir esse caminho. Projetar Santo Tirso em termos culturais e turísticos e o Festival Internacional de Guitarra pode e deve ser um bom exemplo, com margem de crescimento”, acrescentou.

 

SEIS CONCERTOS DE TOPO

O arranque do XXI Festival Internacional de Guitarra é no dia 16 de maio, pelas 21h30, no auditório Padre António Vieira, na Artave (Colégio das Caldinhas). Massimo Delle Cese retorna ao Festival como solista e será acompanhado pela Orquestra Artave, na interpretação do Concerto op.30 de Mauro Giuliani.  

No segundo concerto, dia 17 de maio, na Biblioteca Municipal de Santo Tirso, também pelas 21h30, “o compositor e multifacetado instrumentista Celso Machado realizará a sua apresentação a solo, acompanhado com uma Orquestra de Guitarras do Festival

Outro dos convidados em destaque nesta edição será Ruben Bettencourt, jovem instrumentista português, “vencedor de vários concursos nacionais e internacionais e já com uma sólida experiência como concertista”, e que, segundo anunciou Alexandre Reis, da Direção Artística do Festival, “trará música de António José, Kostantin Vassiliev e Alberto Ginastera”. O concerto está marcado para 23 de maio, pelas 21h30, no auditório da Biblioteca Municipal de Santo Tirso.

A 30 de maio, chegará ao palco do auditório do Centro Cultural de Vila das Aves o Duo Aslan - Moyano que focará a sua atuação na música tradicional da Turquia, interpretada com a singular combinação de ud e guitarra. A hora do espetáculo repete-se, pelas 21h30.

O quinto concerto pertence a Steve Rothery, membro fundador dos Marillion. Será, sem dúvida, um dos momentos altos deste festival, no dia 31 de maio, no auditório Eng. Eurico de Melo, pelas 21h30. A Steve Rothery Band fará a estreia em Portugal do seu trabalho «The Ghost of Pripayat».

A fechar o XXI Festival Internacional de Guitarra, no dia 6 de junho, “está convidado um dos mais prestigiados duetos de guitarra da atualidade - o Beijing Guitar Duo -, integrado pelas guitarristas Wang Yameng e Su Meng, que interpretarão obras de referência do repertório, de Scarlatti a Castelnuovo Tedesco”.

 

 

MASTERCLASS E RECITAIS PARA AS ESCOLAS

O XXI Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso não se esgotará nos seis concertos previstos. Para além dos espetáculos, assinala o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, “há uma aposta na formação cultural de novos públicos”. A autarquia considera que “a divulgação e promoção das atividades culturais em geral, e da música, em particular, é uma componente essencial no evento”, congratula-se Joaquim Couto.

Assim, o programa completa-se com a componente pedagógica, nomeadamente a realização de uma masterclass, a cargo de Ruben Bettencourt, no dia 22 de maio, pelas 10h00, no auditório do Museu Municipal Abade Pedrosa.

Além disso, estão ainda previstas duas iniciativas com a comunidade escolar. O Festival nas Escolas realiza-se a 16 de maio e 6 de junho, com o brasileiro Celso Machado e o Duo Guitarras, composto por Tiago Machado e Carlos Ribeiro dois jovens e talentosos instrumentistas que fizeram formação no CCM- Centro de Cultura Musical. Ambos realizam-se a partir das 10h00, o primeiro no auditório da Biblioteca Municipal de Santo Tirso e o segundo no auditório do Museu Municipal Abade Pedrosa.

Os bilhetes para o XXII Festival Internacional de Guitarra têm um custo de 7,5 euros e podem ser adquiridos nos locais dos concertos – Auditório Padre António Vieira, Biblioteca Municipal de Santo Tirso, Centro Cultural de Vila das Aves e Auditório Eng. Eurico de Melo -, na FNAC de Matosinhos (Norteshopping) e do Porto (Santa Catarina) e nas instalações da Artave, na freguesia de Areias.

Partilhar
ColorAdd Icone