Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

CCVA acolhe sessão de curtas-metragens

29 Março 2014
Cartaz 1 980 2500

O Centro Cultural de Vila das Aves vai receber, dia 29 de março, sábado, pelas 18h00, uma sessão de filmes que inclui o visionamento de cinco curtas-metragens, cuja receita reverte a favor do projeto “Bom Dia Alegria”, de Teresa Almeida, natural de Santo Tirso e finalista do Mestrado em Cinema e Audiovisual da Universidade Católica Portuguesa-Escola das Artes.

Apoiada pela Câmara Municipal de Santo Tirso, a película é integralmente rodada no concelho e conta a história de uma mulher cuja função é acordar pessoas. Até que surge um cliente invulgar…

A primeira das cinco “curtas” a ser exibida tem a duração de oito minutos e tem por título “Um Dia na Vida de D.ª Augusta”. Este documentário, produzido em 2011 e rodado em Santo Tirso, apresenta a vida de Dona Augusta, uma munícipe de Santa Cristina do Couto que dedicou toda a vida à agricultura e ao campo, até decidir aprender a ler e a escrever.

“Homem do Laço”, realizado, em 2011, por Pedro Barantia, é um documentário sobre a vida do emblemático adepto do Boavista FC e da cidade do Porto, conhecido por “Manuel do Laço”, em virtude da sua indumentária. O filme tem a duração de 12 minutos.

“Retrato da Velhice Portuguesa” é a terceira proposta fílmica em exibição que fala da solidão dos mais velhos. Esta “curta” tem autoria de João Lourenço e dura três minutos.

Segue-se o filme “O Homem da Máquina dos Sonhos”, também realizado por João Lourenço, em 2012, uma espécie de homenagem a um dos últimos projetistas em Portugal a trabalhar em película, natural de Amarante. São 19 minutos de documentário.

A finalizar a sessão cinematográfica no Centro Cultural de Vila das Aves, é exibido o filme “Bruto”, que conta a história de um detetive privado, cuja paixão já não via há mais de 10 anos. Um filme que retrata os anos 40, em Portugal. A ficção é assinada por João Lourenço e dura 28 minutos.

Partilhar
ColorAdd Icone