Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Investimento de 5 milhões em saneamento no terreno

15 Janeiro 2018
Arranque obras saneamento 1 980 2500

OBRAS ENGLOBAM 17 LOCALIDADES DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO E MAIS DE 10 500 FOGOS

São 70 mil metros de rede de esgotos completamente nova, em 17 localidades do Município, abrangendo mais de 10 500 fogos. As obras de alargamento da rede pública de saneamento já arrancaram, como assinalou o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, esta segunda-feira. Numa das frentes de obra, na freguesia de Água Longa, o autarca realçou a dimensão do investimento, cinco milhões de euros. “É um investimento muito importante para as populações, dado que é também uma questão de saúde pública”, apontou.

O local para assinalar o arranque das obras de ampliação da rede pública de esgotos não foi feito ao acaso. Acompanhado pelo presidente da Junta de Freguesia de Água Longa, José Pacheco, e de representantes da Águas do Norte, Joaquim Couto evidenciou que o Vale do Leça é uma das zonas do concelho mais carenciadas ao nível de saneamento, daí a necessidade haver um maior investimento. A par da zona nascente do Município, referiu o autarca, “tivemos a preocupação de avançar com a extensão da rede no Vale do Leça”.

Apesar de lamentar não ter conseguido iniciar estas empreitadas de ampliação do saneamento ainda no anterior mandato, fruto dos atrasos na abertura dos concursos de candidatura a fundos comunitários, Joaquim Couto congratulou-se com o arranque das obras.

Dentro de sensivelmente um ano, altura em que todas as intervenções estarão concluídas, aludiu, “o Município de Santo Tirso terá uma taxa de cobertura de saneamento público ao nível da média comunitária”. As obras vão permitir a ligação de mais de 10 500 fogos, aumentando, assim, para 89 por cento a taxa de cobertura da rede de esgotos no concelho.

O projeto de extensão da rede pública de esgotos foi desenvolvido em parceria pela Águas do Norte e a Câmara de Santo Tirso e vai abranger Rebordões, S. Tomé de Negrelos, Vila das Aves, Areias, Lama, Palmeira, Sequeirô, Agrela, Água Longa, Monte Córdova, Refojos, Reguenga, S. Martinho do Campo, S. Mamede de Negrelos, S. Salvador do Campo, Roriz e Vilarinho.

No primeiro mandato do presidente da Câmara, concretamente nos anos de 2014 e 2015, a rede pública de esgotos foi alvo de um investimento de quatro milhões de euros, abrangendo a construção de 50 mil metros de nova rede.

Partilhar
ColorAdd Icone