Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

"Santo Tirso tem assumido a Educação como prioridade"

04 Dezembro 2017
Dia internacional das cidades educadoras  3  1 980 2500

CÂMARA MUNICIPAL ASSINALOU O DIA INTERNACIONAL DAS CIDADES EDUCADORAS

O átrio da Câmara Municipal foi o palco para a cerimónia comemorativa do Dia Internacional das Cidades Educadoras. Sob o tema “O Direito à Sociedade Educadora”, a cerimónia contou com a apresentação de vários projetos educativos das escolas do concelho, e um momento de aplauso assinalado, em simultâneo, com todos os municípios pertencentes à Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE).

Santo Tirso acolheu, na passada quinta-feira, a segunda edição da cerimónia comemorativa do Dia Internacional das Cidades Educadoras. Este ano associada ao tema “O Direito à Sociedade Educadora”, a iniciativa teve por objetivo fomentar a ideia de que este direito deve ser extensível a todos os cidadãos, independentemente da sua condição social, económica, de género, raça ou religião.

Um trabalho que, segundo a vereadora da Educação, Silvia Tavares, o Município tem vindo a consolidar, com êxito, enquanto agente educador. “Ser uma Cidade Educadora implica que os municípios desenvolvam um trabalho concertado de ações políticas, assentes em princípios de igualdade, desenvolvimento e coesão social. Podemos orgulhar-nos em dizer que Santo Tirso tem feito um excelente trabalho nesse âmbito, e que assume a educação como uma prioridade”, declarou aos jornalistas.

A cerimónia contou com a presença de alguns membros da comunidade escolar, e com a apresentação de vários projetos educativos de escolas do concelho. Ao palco subiram as apresentações do projeto de Educação Financeira “No Poupar Está o Ganho”, da Escola Básica de São Martinho e “BGreen”, da OFICINA – Escola Profissional do Instituto Nun’Álvres.

O momento contou ainda com uma apresentação de dança dos alunos de etnia cigana do Centro Escolar de São Bento da Batalha, dos alunos do Santo Tirso Ativo e do grupo “Ritmo CAID”.

“Todos devem poder beneficiar das oportunidades e ofertas educativas proporcionadas pela sua cidade. Temos trabalhado no sentido de combater as assimetrias e as desigualdades sociais, criando as condições para que todos tenham os mesmos níveis de acesso à educação. E é importante destacar que esse trabalho tem sido feito em rede, em proximidade com diversas entidades do Município, não só as escolas, mas também os hospitais, as empresas e IPSS’. O programa Mimar, o projeto ColorADD, os rastreios da dislexia, são outros bons exemplos desse trabalho”, acrescentou a vereadora Silvia Tavares.

A cerimónia integrou um momento de hastear da bandeira das Cidades Educadoras e aplauso, que ocorreu em simultâneo em todos os municípios pertencentes à Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE).

Dia Internacional das Cidades Educadoras (2)

Partilhar
ColorAdd Icone