Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Governo autoriza investimento de 4 milhões para Hospital de Santo Tirso

26 Setembro 2017
Foto arquivo 1 980 2500

CÂMARA ASSUME COMPARTICIPAÇÃO NACIONAL NO VALOR DE 600 MIL EUROS

“O Governo autorizou, finalmente, o investimento de quatro milhões no Hospital de Santo Tirso, permitindo avançar com uma série de obras que irão melhorar a prestação de cuidados de saúde à população”. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara, Joaquim Couto, após confirmação do despacho do secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

Dos quatro milhões de investimento, 600 mil euros serão assumidos pela Câmara Municipal de Santo Tirso. “Estas verbas irão permitir a construção de um novo edifício para internamento de medicina interna, internamento de saúde mental, hospital de dia de oncologia e uma unidade de medicina física e reabilitação”, referiu Joaquim Couto.

A autorização do investimento por parte do Governo era o passo que faltava para o arranque efetivo do processo de requalificação e modernização do edifício sede do Centro Hospitalar do Médio Ave.

Para o presidente da Câmara de Santo Tirso, trata-se de “uma grande vitória” para o concelho, depois do hospital “ter sido votado ao abandono”, no âmbito de um processo liderado pelo Governo do PSD/CDS-PP que previa a sua devolução à Santa Casa da Misericórdia.

Em meados de 2015, recorde-se, a Câmara de Santo Tirso inscreveu no Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial um conjunto de investimentos, a candidatar a fundos comunitários, no âmbito do Portugal 2020, para serem utilizados na melhoria das condições físicas do Hospital de Santo Tirso. No entanto, o Governo liderado por Passos Coelho decidiu chumbar a totalidade das propostas apresentadas, nomeadamente numa altura em que estava a desempenhar meras funções de gestão.

Em 2016, e depois do atual Governo ter travado a passagem do Hospital de Santo Tirso para a Santa Casa da Misericórdia, a Câmara de Santo Tirso encetou conversações com o Ministério da Saúde, no sentido de se avançar com o investimento no hospital. Aliás, foi aprovado por unanimidade no Conselho Metropolitano do Porto a proposta de reposição deste investimento no mapeamento candidatável a fundos comunitários.

Considerando que este deveria ser um projeto prioritário para o concelho, a Câmara de Santo Tirso assumiu a disponibilidade de garantir os 15 por cento do financiamento, que seriam responsabilidade do Ministério da Saúde. Com o despacho favorável do secretário de Estado Adjunto e da Saúde, a requalificação do Hospital de Santo Tirso vai avançar.

Até agora, e no âmbito do plano de gestão apresentado pela administração da unidade hospitalar, já foram contratados profissionais, entre os quais médicos, e adquirido algum equipamento.

Foto arquivo 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone