Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara avança com projeto de melhoria da acessibilidade às zonas industriais

12 Setembro 2017
Joaquim couto apresentou investimentos nas acessibilidades  s zonas empresariais 1 980 2500

NÓS DA ERMIDA, FONTISCOS E FRÁDEGAS SÃO OS FOCOS DO INVESTIMENTO

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai avançar com obras em três locais do concelho, com vista a melhorar a acessibilidade para a cidade e zonas industriais. O anúncio foi feito em conferência de imprensa esta segunda-feira, e inclui a criação de um novo acesso a Fontiscos, a reformulação do Nó da Ermida e a criação da rotunda de Frádegas.

Melhorar a acessibilidade para a cidade e para as zonas industriais do concelho é o objetivo da Câmara Municipal de Santo Tirso. Em conferência de imprensa esta segunda-feira, Joaquim Couto anunciou o avanço das obras em três locais fulcrais no que toca ao acesso empresarial.

“Desde há vários anos, e à medida que as zonas empresariais à volta do nó da A3 foram crescendo, foi-se verificando que era necessário melhorar estes três nós: o nó da Ponte de Frádegas, o nó da Ermida e o nó de acesso à saída da autoestrada de Fontiscos. É um investimento que visa melhorar o acesso à cidade, e facilitar as entradas nas áreas empresariais do Alto da Cruz, de Fontiscos, da Ermida e do Alto da Poupa, que ficarão francamente beneficiadas”, explicou aos jornalistas o presidente da Câmara.

O investimento resulta de um acordo de gestão entre a Infraestruturas de Portugal e a Câmara Municipal de Santo Tirso, que tem por objeto a reformulação da ligação às áreas industriais envolventes ao nó da A3 e a reformulação do nó da Ermida. O acordo inclui ainda as ligações destes nós à rede viária municipal, que suporta as principais indústrias instaladas e em fase de instalação.

Adjudicada esta já a rotunda de Frádegas, um investimento da autarquia na ordem de um milhão e 200 mil euros. As restantes intervenções são da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal, com comparticipação em 15% da Câmara Municipal.
Para Joaquim Couto, a requalificação destes três acessos torna Santo Tirso um local com todas as condições para o investimento. “Há um conjunto de características nesta zona, quer sob o ponto de vista dos transportes da rede viária, quer da localização industrial e da bolsa de emprego, que faz desta uma zona privilegiada estrategicamente, e porventura a mais importante, das melhores localizadas aqui na região Norte”.

Enquadradas na implementação do “Programa de Valorização das Áreas Empresariais”, definido e apresentado pelo Governo em fevereiro de 2017, as intervenções são articuladas com a candidatura apresentada por Santo Tirso às Áreas de Acolhimento Empresarial no âmbito do Norte 2020.

A conclusão das empreitadas está prevista para meados de 2018.

Partilhar
ColorAdd Icone