Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Via Panorâmica vai transformar uma das principais entradas de Santo Tirso

07 Setembro 2017
Projeto via panor mica 1 980 2500

PROJETO PREVÊ INVESTIMENTO DE 1,5 MILHÕES DE EUROS

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai avançar com a criação de uma via panorâmica, situada entre a Avenida Soeiro Mendes da Maia e a ponte nova, junto à Fábrica de Santo Thyrso. O projeto, no valor de um milhão e quinhentos mil euros, foi apresentado esta quarta-feira, na Quinta de Fora, e visa transformar uma das principais entradas de Santo Tirso, promovendo a reaproximação da cidade ao rio.

“Uma obra de grande importância para a reorganização do espaço público, que resultará na criação de uma via estruturante com paisagem essencialmente verde e sem barreiras arquitetónicas”, caracterizou o presidente da Câmara Municipal esta quarta-feira, na apresentação do projeto da via panorâmica, na Quinta de Fora. A obra, avaliada em um milhão e quinhentos mil euros, tem como objetivo transformar e renovar uma das principais entradas da cidade.
A proposta assenta na concretização de um novo eixo viário, que se desenvolve entre a Avenida Soeiro Mendes da Maia e a ponte nova, junto à Fábrica de Santo Thyrso. A ligação da via panorâmica à rua Dr. Oliveira Salazar resultará ainda na criação de uma praça junto à Fábrica de Santo Thyrso que dará dignidade à entrada deste equipamento.

“Este é um projeto muito importante não só para a organização do espaço público, mas também sob o ponto de vista ambiental e sob o ponto de vista da situação automóvel, porque vem resolver um problema de circulação numa das principais entradas da cidade. Ao mesmo tempo, cria uma via panorâmica sem construção do lado norte, que permite uma vista desimpedida para o rio e para a paisagem envolvente, o que hoje não é possível, e que permitirá no futuro dar continuidade à aproximação da cidade ao rio, um processo que se está a desenvolver há mais de 30 anos”, explicou Joaquim Couto.

Este “corredor” funcionará desde a Fábrica de Santo Thyrso, passando a Quinta de Fora até ao Museu Internacional de Escultura Contemporânea. O projeto pretende criar uma nova centralidade, com acessos melhorados e compatíveis com as novas exigências da mobilidade sustentável.

“Todos os projetos que temos vindo a apresentar, quer para executar agora quer para executar no futuro, têm essa dinâmica, essa componente ambiental e pedonal, ou seja, é nosso objetivo devolver cada vez mais, e paulatinamente, o espaço público às pessoas. As pessoas são a nossa prioridade, e é preciso criar condições para dar resposta a esse objetivo, é preciso requalificar os espaços públicos, os estacionamentos, arborizar a cidade e criar meios alternativos de transporte, por todo o concelho”.

A via panorâmica é um projeto financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte – NORTE2020, com comparticipação através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Partilhar
ColorAdd Icone