Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara quer Parque Metropolitano de Monte Córdova como pólo turístico

30 Agosto 2017
Confer ncia de imprensa 1 980 2500

Ambiente, empreendedorismo, desporto e infraestruturas. São estes os quatro eixos definidos pelo Plano Municipal da Câmara de Santo Tirso para o Parque Metropolitano de Monte Córdova. Entre as linhas de ação, a autarquia está a estudar a possibilidade de promover a instalação de um teleférico que ligue o centro da cidade e o Monte da Nossa Senhora da Assunção.

"Estamos a falar de uma área com cerca de 600 hectares, com um enorme potencial e que pode ser um ponto turístico de excelência em Santo Tirso. Nesse contexto, queremos desenvolver ações que possam atrair parceiros privados a investir”, explicou o presidente da Câmara, Joaquim Couto, numa conferência de imprensa realizada esta terça-feira no Centro Interpretativo do Monte Padrão.

Na área do empreendedorismo, segundo anunciou, o objetivo da autarquia é “potenciar o desenvolvimento de novos negócios a nível turístico”. Assim, e para além da ideia de criar um teleférico entre o centro da cidade e o Monte da Nossa Senhora da Assunção, o Plano Municipal para o Parque Metropolitano de Monte Córdova propõe cativar investidores para a instalação de uma unidade hoteleira, alojamento de turismo rural, restaurantes, parque de campismo ou uma pista de atividades de aventura.

Sendo um plano para implementar a médio e longo prazo, Joaquim Couto revelou que no imediato já está a decorrer uma candidatura ao Portugal 2020, no valor de meio milhão de euros, com o objetivo de criar uma ligação pedonal entre o Castro do Monte Padrão e o Castro de Sanfins, bem como avançar com a musealização do Rego dos Frades, uma estrutura hidráulica com cerca de 7,5 quilómetros que alimentava o chafariz do Mosteiro de Santo Tirso.

Já na área do desporto, a estratégia da Câmara de Santo Tirso passa pela promoção de desportos ao ar livre que poderá ir desde a promoção de concursos hípicos, à implementação de novos percursos pedestres, até à construção de uma pista de downhill ou circuitos de BTT.

Em termos de infraestruturas, e para além da requalificação da Estrada Municipal 558-1 que está em curso, a autarquia estabeleceu ainda como linhas de ação a criação de um miradouro panorâmico, um posto de informação turística, a requalificação da área envolvente ao Mosteiro de Nossa Senhora da Assunção e o alargamento das escavações no Castro do Monte Padrão.

Este último, segundo o presidente da Câmara de Santo Tirso, é um dos espaços mais visitados do concelho, com cerca de 90 mil visitantes por ano. Assim, explicou, “faz todo o sentido que o perímetro das escavações seja alargado”.

Finalmente, em termos ambientais e para além da promoção ativa das linhas de água, Joaquim Couto referiu a necessidade de promover o reordenamento florestar do Parque Metropolitano de Monte Córdova e o repovoamento animal e vegetal.

Confer ncia de imprensa 1 980 2500
Partilhar
ColorAdd Icone