Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Santo Tirso investe 3,3 milhões de euros para adaptar espaços públicos ao PMUS

07 Julho 2021
Primeira fase inicia se na rua professor doutor fernando pires de lima 1 980 2500

PRINCIPAIS ARRUAMENTOS DA CIDADE SERÃO INTERVENCIONADOS DE ACORDO COM O PLANO DE MOBILIDADE URBANA E SUSTENTÁVEL

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, apresentou hoje o projeto de adaptação dos espaços públicos de Santo Tirso ao Plano de Mobilidade Urbana e Sustentável (PMUS). Um investimento de 3,3 milhões de euros que deverá estar concluído em 2024.

“Será uma profunda transformação e modernização de algumas das principais artérias de Santo Tirso”, adiantou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, na apresentação do projeto que decorreu, esta quarta-feira, no Museu Internacional de Escultura Contemporânea. O autarca acredita que “a concretização deste projeto contribui não só para o desenvolvimento e a modernização do espaço público, como também para a promoção da partilha entre diferentes modos de transporte”.

Devolver a cidade às pessoas e promover a defesa do meio ambiente é o principal objetivo do plano de mobilidade urbana sustentável que, até 2024, pretende dotar o concelho de mais de 20 quilómetros de ciclovias; reestruturar os principais espaços públicos da malha urbana em prol dos pões; apostar num serviço intermunicipal de transportes públicos e reorganizar o estacionamento.

Este projeto contempla alguns dos principais arruamentos da cidade, nomeadamente: o nó rodoviário a norte do viaduto da CP; a rua do rio Ave; a ponte sobre o rio Ave; a Alameda dos Plátanos; a rotunda de acesso ao mosteiro; a Avenida Soeiro Mendes da Maia; a rua Professor Doutor Fernando Augusto Pires de Lima; a Avenida Sousa Cruz; a rua Dr. Oliveira Salazar (parcial); a rua do Olival; a rua Dr. Francisco Sá Carneiro; a rua Professor Pires Fernandes e a Rua Conde São Bento.

“Trata-se, sem dúvida, de um dos mais ambiciosos projetos que têm sido trabalhados pelo Município”, defende Alberto Costa, que está convicto de que “a obra terá um grande impacto para a população”.     

Os trabalhos irão decorrer por fases e serão iniciados na próxima segunda-feira, na rua Professor Doutor Fernando Augusto Pires de Lima. “Temos uma previsão e seis meses para esta empreitada e, tendo em conta tratar-se de algo com uma enorme dimensão, iremos dando conhecimento, a par e passo, dos trabalhos realizados”.

A intervenção prevê a colocação de piso em betuminoso; a redefinição das zonas de estacionamento; a criação de zonas de circulação partilhada; a execução de áreas de circulação pedonal e zonas verdes; a colocação de infraestruturas para redes de águas pluviais; saneamento; rede elétrica e telecomunicações, assim como a instalação de ecopontos e contentores de recolha de resíduos.

O investimento ascende aos 3,3 milhões de euros, sendo 1 milhão e 233 mil financiados pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020. A conclusão está prevista para julho de 2024.

Investimento de 3,3 milhões de euros deverá estar concluído em 2024

Partilhar
ColorAdd Icone