Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Plano de Segurança do Pavilhão Municipal de Santo Tirso testado com sucesso

29 Maio 2018
Momento em que se d  in cio ao simulacro 1 980 2500

SIMULACRO DE INCÊNCIO ENVOLVEU 700 PESSOAS EVACUADAS DO EDIFÍCIO

Um “incêndio” numa caldeira do Pavilhão Municipal de Santo Tirso causou esta terça-feira “quatro feridos graves e um ligeiro”, entre as cerca de 700 pessoas, entre crianças e idosos, que se encontravam no local. As chamas foram combatidas por 29 elementos das três corporações de bombeiros do concelho, em 11 viaturas. No final, tudo não passou de um grande simulacro para testar o Plano de Segurança Interno do Pavilhão Municipal, com sucesso.

“Estas iniciativas são muito importantes, por um lado para sensibilizar as pessoas para cenários como este e, por outro, para testar os meios no terreno. O que se verificou foi, de facto, uma boa articulação entre todos os meios envolvidos, tendo sido possível evacuar 700 pessoas em poucos minutos”, explicou, no final do simulacro, o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto.

No local, estiveram 11 viaturas dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, Bombeiros Voluntários Tirsenses e Bombeiros Voluntários de Vila das Aves, com 29 elementos, bem como a Polícia Municipal, PSP e o Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara.

A par destes meios, realçou Joaquim Couto, a autarquia acionou também o Serviço Municipal de Ação Social, com a presença de duas técnicas no terreno. Como se sabe, apontou, “este tipo de situações pode envolver a necessidade de apoio psicológico, habitação, ou outras áreas sociais”.

Envolvendo cerca de 700 pessoas, o simulacro de incêndio contou com a participação de alunos das escolas do Município e de seniores que costumam frequentar aulas do Santo Tirso Ativo no Pavilhão Municipal. Segundo Joaquim Couto, o envolvimento da população “é muito importante” nestes exercícios, uma vez que “servem para sensibilizar para regras e comportamentos a ter em situações de perigo”.

No âmbito do simulacro, registaram-se quatro feridos graves: duas alunas com 15 e 16 anos e um aluno de 18 anos, todos da Escola Secundária Tomaz Pelayo, transportados para o Hospital de Famalicão, bem como um homem com cerca de 30 anos, funcionário do Pavilhão Municipal de Santo Tirso que se encontrava na área técnica, onde o incêndio deflagrou. Este ferido foi transportado para o Hospital de S. João. Foi ainda registado um ferido ligeiro, outra aluna de 15 anos da Escola Secundária Tomaz Pelayo.

O objetivo final deste exercício foi testar o Plano de Segurança Interno no Pavilhão Municipal. De acordo com as instituições envolvidas, o balanço foi muito positivo, tendo as equipas internas respondido de acordo com o previsto.

Momento em que os bombeiros tentam apagar o incêndio

Um dos feridos a ser transportado pelos bombeiros

As 700 pessoas foram encaminhadas para o espaço exterior ao Pavilhão Municipal

Partilhar
ColorAdd Icone