Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Piscina Municipal junta-se ao ‘Portugal a Nadar’ para promover ensino de qualidade

14 Novembro 2022

PROJETO INCLUI FORMAÇÃO PARA TÉCNICOS E CERTIFICAÇÃO
DA APRENDIZAGEM PARA OS ALUNOS

A Câmara Municipal e a Federação Portuguesa de Natação assinaram hoje um protocolo que formaliza a adesão de Santo Tirso ao programa “Portugal a Nadar”. O acordo vai permitir a adoção de um modelo técnico de referência que irá reforçar, ainda mais, a qualidade do ensino da natação na Piscina Municipal.

O protocolo foi assinado pelo presidente da autarquia, Alberto Costa, e pelo vice-presidente da Federação, Aleksander Ramos Esteves, em representação do presidente da direção, António José Silva.

Alberto Costa manifestou a sua satisfação com esta nova parceria. Para Aleksander Ramos Esteves trata-se de “um passo importantíssimo”, pelo que agradeceu ao município a participação num projeto cujo principal objetivo é “deixar as pessoas à vontade em ambiente aquático.”

O projeto, que resulta do plano estratégico 2014-2024 da Federação Portuguesa de Natação, tem como principal objetivo a promoção e massificação da prática de natação, garantindo o acesso a programas direcionados para o ensino, através de práticas aquáticas certificadas destinadas a diferentes públicos-alvo: bebés, crianças em idade pré-escolar, crianças em idade escolar, até aos idosos.

Trata-se de um “modelo técnico de referência para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem, envolvendo as suas várias disciplinas”, explicou o responsável federativo.

Para o município, a entrada no programa “traz várias vantagens na certificação do ensino da escola de natação que funciona na Piscina Municipal de Santo Tirso, atualmente com cerca de 600 utentes inscritos, de entre as várias disciplinas e modalidades ministradas”, afirma Alberto Costa.

Entre os benefícios da participação está a certificação e a formação contínua dos técnicos, mas também a possibilidade de acesso a diplomas por níveis de aprendizagem para os alunos, com a chancela da Federação Portuguesa de Natação. Os alunos poderão participar também em eventos desportivos regionais, realizados pelas respetivas associações territoriais de natação ou pelas próprias entidades PAN, com a chancela Portugal a Nadar.

“Estamos a promover as mais diversas modalidades desportivas, porque temos é de promover o desporto”, afirmou o autarca, destacando a promoção da segurança em meio aquático, mas também o apoio a estilos de vida mais ativos e saudáveis. Afinal, a autarquia está disponível para acolher “tudo o que seja pelo desporto e pelas pessoas”.

"Ainda há poucas semanas abrimos a Escola Municipal de Guarda-Redes Silvino Morais, e agora apresentamos este novo protocolo. Tudo isto faz parte de uma estratégica concertada, que oferece aos tirsenses a possibilidade de terem acesso a práticas desportivas diversificadas e de elevada qualidade", explicou Alberto Costa.

Na assinatura do protocolo entre a Câmara Municipal e a Federação Portuguesa de Natação esteve, também, presente o presidente da Associação de Natação do Norte de Portugal, Nuno Recarei.

Partilhar
ColorAdd Icone