Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Obras na Ermida para atrair novos investimentos

28 Março 2019
Arranque das obras na zona empresarial da ermida 1 980 2500

EMPREITADA ASCENDE OS 755 MIL EUROS NA ZONA EMPRESARIAL

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai investir mais de 755 mil euros na Zona Empresarial da Ermida, através da construção de um novo arruamento e respetivas instalações e equipamentos, desde abastecimento de água a telecomunicações. No arranque das obras, o presidente da autarquia, Joaquim Couto, reafirmou a “prioridade” em investir “em acessibilidades e infraestruturas nas áreas de acolhimento empresarial”.

São obras de urbanização que vão ligar a multinacional espanhola ADI Center ao futuro entreposto logístico do Lidl na fronteira com a área do “Barracão”, permitindo uma maior circulação na Zona Empresarial da Ermida.

A empreitada arrancou esta terça-feira e, na visita à obra, o presidente da Câmara de Santo Tirso, acompanhado por vários empresários, realçou a importância do investimento, tendo em vista “a instalação de novas empresas” naquela área. “Temos margem de crescimento na Zona Empresarial da Ermida e, tendo em conta a nossa aposta na captação de investimento para o Município, faz todo o sentido dotá-la de acessibilidades e infraestruturas”, defendeu Joaquim Couto.

O projeto em curso prevê a construção de um novo arruamento, bem como drenagem de águas pluviais, infraestruturas de águas residuais e abastecimento de água, telecomunicações, entre outros equipamentos, num valor global acima dos 755 mil euros.

Para além dos benefícios fiscais que a Câmara de Santo Tirso atribuiu a novos investimentos, sublinhou Joaquim Couto, “temos condições excelentes para as empresas se instalarem no Município”. Só nos últimos quatro anos, o investimento realizado ou em curso pelas empresas sedeadas na Zona Empresarial da Ermida atingiu os 120 milhões de euros”, o que significa “a criação de mais de 500 postos de trabalho”, apontou, recordando que também esta área será dotada de uma subestação da EDP que irá permitir “melhorar a qualidade e fiabilidade no fornecimento de energia elétrica às empresas”.

Ainda no campo de melhoria das acessibilidades às zonas empresariais do Município, no caso particular da Ermida, está também em fase de projeto a requalificação do “nó da Ermida”, num processo que está a ser articulado com a Infraestruturas de Portugal.

Próxima do nó da A3, na Zona Empresarial da Ermida estão, atualmente, instaladas nove empresas. A mais recente, que irá perfazer a dezena, será a cadeia alemã de supermercados LIDL, em fase de construção.

Partilhar
ColorAdd Icone