Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Novo acesso a S. Tomé de Negrelos com investimento de 1,5 milhões de euros

24 Setembro 2019
Imagem 3d do projeto  1  1 980 2500

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO TIRSO JÁ LANÇOU CONCURSO PÚBLICO E OBRA DEVERÁ ESTAR NO TERRENO NO INÍCIO DO ANO

A Câmara Municipal de Santo Tirso já lançou o concurso público para a construção do novo acesso ao centro da freguesia de S. Tomé de Negrelos e requalificação das ruas José Luís Andrade, Giestal e Moinho do Paço, num investimento que ronda 1,5 milhões de euros.

Será uma “profunda transformação” não só para a população da freguesia, mas também para todos os que utilizam os acessos intervencionados, nomeadamente junto à Escola de S. Tomé de Negrelos. Essa é a convicção do presidente da Câmara, Alberto Costa, que diz tratar-se de um investimento “estruturante”.

“Foi um projeto que demorou a desenvolver, tendo em conta a complexidade da obra, nomeadamente a criação de um novo arruamento que irá melhorar toda a circulação na freguesia”, explica Alberto Costa.

Inserida no Plano Municipal de Mobilidade Sustentável da autarquia, a intervenção privilegia os peões, à semelhança do que está a acontecer na freguesia vizinha de Vila Nova do Campo, com a requalificação da Avenida Manuel Dias Machado. O projeto para o centro de S. Tomé de Negrelos envolve a construção de passeios, ciclovia e colocação de árvores em determinados locais, proporcionando “melhor qualidade de vida à população”, não esquecendo as pessoas com mobilidade reduzida. 

“Temos vindo a fazer obras estruturantes nas freguesias. Esta, em S. Tomé de Negrelos, é mais uma que irá, com certeza, impulsionar a economia da própria freguesia”, sublinha o presidente da Câmara de Santo Tirso. 

Uma das principais intervenções será a construção de um traçado novo, desde a Rua D. Maria II, até à Rua José Luís de Andrade. A articulação destes dois troços coincidirá com parte da Rua Moinho do Paço que, por consequência, também será objeto de adequação a uma utilização fluída da circulação de pessoas e de trânsito automóvel.

Este novo acesso permitirá libertar a Rua do Giestal que será transformada em via de utilização partilhada, com vista a potenciar uma utilização de modos suaves de circulação. Neste contexto, esta rua passará a ter apenas um sentido (ascendente) de circulação automóvel. 

Já a requalificação da Rua José Luís de Andrade irá prever o seu reperfilamento, com a construção de um passeio com pelo menos 1,6 metros de largura e de uma ciclovia entre a Rua do Giestal e a zona de entrada da Escola de S. Tomé de Negrelos. Do outro lado da rua, serão criados lugares para aumentar a capacidade de estacionamento automóvel junto àquele estabelecimento de ensino.

Com o projeto de execução concluído e o concurso público a decorrer, é expectável que as obras possam estar no terreno já no início de 2020, tendo um prazo de execução de cerca de um ano.

Imagem 3D do projeto (2)Imagem 3D do projeto (3)Imagem 3D do projeto (5)Imagem 3D do projeto (7)Imagem 3D do projeto (8)Imagem 3D do projeto (9)

Partilhar
ColorAdd Icone