Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Município de Santo Tirso apoia empresas vocacionadas para a Economia Social

06 Novembro 2019
Foto arquivo 1 980 2500

CANDIDATURAS AOS PROGRAMAS DE CAPACITAÇÃO E TUTORIA DECORREM ATÉ 25 DE NOVEMBRO

Denominam-se “Start Up LACES” e “Transforma-te e Cresce” e são dois programas direcionados para o apoio a empreendedores e empresas focados na economia social, inseridos no projeto LACES - Laboratórios de Apoio à Criação de Emprego e Empresas de Economia Social. No total, o Município de Santo Tirso apoiará o crescimento de 21 entidades, entre empresas, instituições e associações. As candidaturas decorrem até 25 de novembro.

O Município de Santo Tirso, através do Invest Santo Tirso, é um dos parceiros do projeto ibérico LACES, cofinanciado pelo FEDER no âmbito do programa INTERREG e cujo principal objetivo passa pela promoção e consolidação da economia social da Euro-região Galiza – Norte de Portugal. No âmbito deste projeto, a Câmara Municipal dinamiza dois programas de apoio às empresas e instituições, com vista ao aumento da competitividade e do impacto social destas.

O programa “Transforma-te e Cresce” destina-se a estimular o crescimento destas entidades, através da melhoria e otimização de processos. Divide-se em duas categorias: Serviços de Apoio à Mudança Estratégica e Serviços de Apoio à Atividade Operacional. A primeira categoria contempla o apoio na implementação de ações de cariz estratégico, com potencial impacto estrutural na organização. Engloba a implementação de novas áreas de negócio, bem como a criação de novas ofertas ou projetos com impacto social relevante, através de 60 horas de consultoria especializada.

Já os Serviços de Apoio à Atividade Operacional focam-se na melhoria da performance empresarial, através da resolução de problemas e desafios de cariz operacional, num total de 20 horas de consultoria.

O programa “Start up LACES“ destina-se a apoiar novos projetos na área da economia social, dirigindo-se a empreendedores e empresas numa fase embrionária do negócio. O apoio, num total de 25 horas, traduz-se na capacitação dos promotores para os desafios do mercado, dotando-os de capacidade técnicas e de gestão.

Podem candidatar-se a estes programas empresas, entidades ou instituições que procurem desenvolver projetos de responsabilidade social, ou que necessitem de apoio ao nível da performance e/ou competitividade. O apoio incide sobre áreas diversas do negócio, desde marketing e comunicação, ao financiamento ou ao planeamento e modelo de criação de valor.

As candidaturas já se encontram abertas e podem ser submetidas através do website do Município, www.cm-stirso.pt, até 25 de novembro. No total, serão selecionadas 21 entidades. 

Partilhar
ColorAdd Icone