Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Medidas da Câmara dão resposta aos principais problemas do concelho

26 Julho 2016
Ministro da economia esteve em santo tirso para dizer bem do invest santo tirso 1 980 2500

DESEMPREGO, ÁGUA E SANEAMENTO E REQUALIFICAÇÃO DA REDE VIÁRIA MANTÊM-SE PRIORIDADES DO EXECUTIVO

Resolver os três principais problemas do Município tem sido o grande objetivo das políticas levadas a cabo pelo executivo municipal liderado por Joaquim Couto. A cumprir mais de mil dias de funções, o presidente da Câmara de Santo Tirso anunciou a continuidade de medidas de resposta às questões do desemprego, água e saneamento e requalificação da rede viária.

Desemprego, água e saneamento e requalificação da rede viária vão manter-se como questões chave das políticas municipais da Câmara neste mandato. A cumprir mais de mil dias de funções, o executivo municipal quer continuar a levar a cabo políticas de resposta essenciais, ancoradas em medidas inovadoras e frutíferas como o INVEST Santo Tirso.

A assinalar a passagem da data, desde a tomada de posse, Joaquim Couto destacou a vontade de continuar a satisfazer as expetativas da população. “Orgulhamo-nos de estar a cumprir com o prometido à população do concelho de Santo Tirso, no que diz respeito aos três principais problemas na ótica de muitos munícipes. Assumimos sempre um compromisso com estas três grandes questões, e é para isso que vamos continuar a trabalhar”, afirmou.

A taxa de desemprego no concelho caiu 20%, no terceiro trimestre de 2015, em comparação com o mesmo período de 2014, segundo o relatório “Norte Conjuntura” da CCDRN. Já em abril deste ano, os dados oficiais do Instituto de Emprego e Formação Profissional indicavam que havia menos 2141 desempregados inscritos, o que, comparativamente com 2012, significa uma acentuada descida de 32 por cento.

“Temos implementado várias políticas públicas com vista à atração de investimento privado e ao apoio ao tecido empresarial local, sempre ancoradas no programa INVEST Santo Tirso, criado pela primeira vez no município em 2015. Essas políticas começaram a dar frutos logo a partir do terceiro trimestre desse ano, e isso é bem visível através da descida da taxa do desemprego”, explicou o autarca.

Compromisso assumido pela autarquia foi também a ampliação das redes públicas de água e saneamento. “Queremos melhorar a saúde pública no município e colocar Santo Tirso acima da média europeia em matéria de cobertura da população. Temos previsto investir mais 24 milhões de euros no alargamento das redes de água e saneamento, e continuar o que já foi iniciado”.

No saneamento, foram já investidos 3,7 milhões de euros, a que se vão juntar mais cerca de 4,8 milhões no âmbito de uma candidatura a fundos comunitários, já apresentada ao “PORTUGAL 2020”. Para setembro, o Município tem prevista uma outra candidatura, no valor de cerca de 5,5 milhões de euros, que dará praticamente como concluída a ampliação da rede pública de saneamento.

Na água, cerca de 400 mil euros já foram também investidos, seguindo-se, em setembro próximo, a apresentação de uma candidatura comunitária, de cerca de 9,5 milhões de euros, para levar a rede de água pública até ao Vale do Leça.

“Não nos esquecemos ainda da requalificação da rede viária do concelho, onde estamos a dar passos firmes no sentido de estar à altura dos anseios da população de Santo Tirso. Desde que tomamos posse, em outubro de 2014, já executamos 50 empreitadas destinadas à requalificação de estradas em todo o concelho, no valor de 2,6 milhões de euros, provenientes do orçamento municipal”, esclareceu Joaquim Couto.

Em fase de conclusão, está já um novo plano de beneficiação da rede viária secundária do concelho, que vai envolver todas as freguesias, para ser executada ainda a partir deste ano, no valor de 2,2 milhões de euros.

imagem

Partilhar
ColorAdd Icone