Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Festival Internacional de Órgão traz a Santo Tirso músicos de renome internacional

12 Outubro 2021
Orgao mosteiro sbento jpg 1 980 2500

CONCERTOS NO FIM-DE-SEMANA DE 22 A 24 DE OUTUBRO 

Santo Tirso vai receber, de 22 a 24 de outubro, a sétima edição do FIO – Festival Internacional de Órgão, cujo programa inclui organistas aclamados pela crítica internacional. Os concertos terão lugar no Mosteiro de São Bento, Igreja Matriz de Santa Cristina do Couto e Instituto Nun’Alvres.

O primeiro concerto acontece na sexta-feira, 22 de outubro, pelas 21h00, no Mosteiro de São Bento, com um recital de órgão pelo italiano Andrea Macinanti. Professor de Órgão e canto Gregoriano no Conservatório de Bolonha, Macinanti tem uma vasta carreira musical, com vários discos editados e concertos um pouco por todo o mundo. Em 2009 foi agraciado com o título de Cavaleiro da Ordem de Mérito da República Italiana.

No dia seguinte, 23 de outubro, a partir das 21h30, será a vez de atuar o organista austríaco Michael Schoch, na Igreja Matriz de Santa Cristina do Couto. Michael Schoch é um dos poucos músicos a ser igualmente proficiente no repertório de piano e de órgão. Desde que lhe foi atribuído o 1º prémio no Concurso Internacional de Música ARD na categoria de órgão, após 40 anos em que esta distinção não foi entregue, atuou em palcos famosos internacionalmente e nas catedrais de Riga, Passau, Merseburg, Mainz e Speyer. Michael Schoch tem atuado, também, com algumas das mais conceituadas orquestras do mundo, além de contabilizar vários discos editados.

O encerramento do festival decorre no dia 24 de outubro, pelas 17h00, no auditório do Instituto Nun’Alvres. Um concerto interpretado pela soprano Rosana Orsini e pelo organista Marco Brescia, que serão acompanhados pela dança do grupo Artis Bailado.

Marco Brescia é um pianista e organista italiano de origem brasileira, residente em Santo Tirso, que tem no currículo vários prémios e é regularmente convidado para atuar nos mais prestigiados festivais internacionais de Órgão e de Música Antiga. Desde 2006, forma um duo com Rosana Orsini, soprano brasileira que conta com atuações aclamadas pela crítica em óperas e recitais de música sacra na Europa, Estados Unidos e América do Sul.

Todos os concertos do FIO têm entrada livre, limitada à capacidade de lotação de cada espaço.

Com direção de Marco Brescia, o FIO prosseguirá depois em Vila Nova de Famalicão, onde vai decorrer no fim-de-semana seguinte, de 29 a 31 de outubro. 

Partilhar
ColorAdd Icone