Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara entrega 500 Kits a lares e instituições

31 Março 2020
Alberto costa  presidente da camara municipal de santo tirso 1 980 2500

MÁSCARAS CERTIFICADAS, LUVAS, VISEIRAS E FATOS DE PROTEÇÃO FORAM HOJE DISTRIBUÍDOS POR TODO O MUNICÍPIO

A Câmara Municipal de Santo Tirso distribuiu durante o dia de hoje, 31 de março, equipamentos de proteção individual por todas as instituições de solidariedade social com as valências de lar, Serviço de Apoio Domiciliário e Unidade de Cuidados Continuados e ainda por um conjunto de entidades nas áreas da saúde e da proteção civil do Município. Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, “a entrega do material de proteção individual é mais uma resposta a uma necessidade identificada no terreno e à qual era preciso fazer face, com o objetivo de proteger aqueles que estão na primeira linha do combate à Covid-19”.

A distribuição de material por 13 instituições de solidariedade social e por oito entidades de saúde e de proteção civil resulta da aquisição direta por parte da Câmara Municipal de Santo Tirso dos equipamentos de proteção individual, nomeadamente máscaras laváveis certificadas, luvas, fatos e viseiras, e também de doações feitas por empresas do Município e por particulares, num esforço conjunto de, numa primeira fase, fazer chegar ao terreno uma resposta adequada à fase exponencial da pandemia em Portugal.

No total, a Câmara Municipal de Santo Tirso distribuiu 500 kits de material de proteção individual, nomeadamente 5000 luvas, 1500 máscaras, 600 fatos e 600 viseiras.

A acompanhar o arranque da distribuição por todo o Município, a partir da Fábrica de Santo Thyrso, esteve o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, que considerou “a entrega dos equipamentos de proteção individual uma medida inserida numa estratégia global de combate à pandemia”.

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso sublinhou que o executivo municipal, em diálogo permanente com os presidentes de Junta de Freguesia, Comissão Municipal de Proteção Civil e tecido institucional do Município, “tem vindo a trabalhar no sentido de desenvolver respostas adequadas e concertadas dirigidas à população em geral, às empresas e também aos grupos considerados de risco, nomeadamente àqueles que estão na linha da frente a lidar com a doença e com a situação de Emergência Nacional, ou seja, os profissionais de saúde, os agentes de proteção civil e forças de segurança a também um conjunto alargado de profissionais que prestam apoio diário nas instituições de solidariedade social aos mais vulneráveis”.

Aos jornalistas, Alberto Costa também não deixou de “agradecer o esforço e a disponibilidade das empresas, fornecedores e mesmo particulares em contribuir para dar a melhor resposta possível a uma situação que exige múltiplas respostas e coloca diversos desafios a toda a comunidade”, garantindo ainda que “a Câmara Municipal tudo está a fazer para, em articulação com as autoridades de saúde, encontrar as melhores soluções à medida da evolução pandémica em Santo Tirso e no País”.

Por isso, assegurou ainda o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, “estaremos brevemente em condições de colocar no terreno outras medidas destinadas à população em geral e, acima de tudo, aos grupos de risco”.

“Porque em Santo Tirso”, concluiu Alberto Costa, “Todos Cuidamos de Todos”.

Centro Social e Paroquial de Vilarinho, Associação de Solidariedade de S. Martinho do Campo, CASATIR-Centro de Ação Social de Acolhimento à Terceira Idade de Roriz, Associação do Infantário de S. Tomé de Negrelos, ASSTIR-Associação de Solidariedade Social de S. Tiago de Rebordões, Lar Familiar da Tranquilidade, S. Tiago-Associação de Solidariedade Social de Areias, Associação de Solidariedade Humanitária de Monte Córdova, Centro Social e Paroquial de Santa Cristina do Couto, ASAS-Associação de Solidariedade e Ação Social de Santo Tirso, Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santo Tirso, Cooperativa de Apoio à Integração do Deficiente e Associação de Moradores do Complexo Habitacional de Ringe foram as 13 instituições de solidariedade social, com valência de lar, Serviço de Apoio Domiciliário e Unidade de Cuidados Continuados, abrangidas pela ação de distribuição de material por parte da Câmara Municipal de Santo Tirso.

A iniciativa envolve ainda oito entidades na área da saúde e da proteção civil, designadamente o ACES Santo Tirso, o Centro Hospitalar do Médio Ave (Hospital de Santo Tirso), os Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, os Bombeiros Voluntários Tirsenses e os Bombeiros Voluntários de Vila das Aves, a GNR (Santo Tirso e Vila das Aves) e a PSP.

Alberto Costa, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso1

Partilhar
ColorAdd Icone