Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara cria resposta de apoio psicológico para doentes com cancro

23 Janeiro 2017
Joaquim couto e vitor veloso na assinatura do protocolo 1 980 2500

DOENTES DEIXAM DE TER DE SE DESLOCAR AO PORTO PARA TER ACESSO A CONSULTA

Os doentes oncológicos de Santo Tirso já podem usufruir de consultas de acompanhamento psicológico gratuitas. Inserida no Plano Municipal de Saúde, criado pela Câmara, a medida resulta do protocolo assinado esta segunda-feira, nos Paços do Concelho, entre a autarquia e a Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Norte.

“Uma nova resposta na área da saúde para a população do concelho”. Foi assim que o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, enalteceu a importância deste protocolo. “Infelizmente, o cancro é uma doença generalizada, e também ao nível autárquico tudo deve ser feito para ajudar no seu tratamento e prevenção. É isso que estamos a fazer, pois esta consulta não existia no nosso Município, e permitirá aos doentes do concelho um melhor acompanhamento”.

Por outro lado, acrescentou Joaquim Couto, este tipo de consulta localizada em Santo Tirso permitirá que aos doentes oncológicos residentes no concelho e aos seus familiares “deixem de ter que se deslocar à cidade do Porto para usufruir deste tipo de serviço”.

O Gabinete de Apoio Psico-oncológico funciona nos serviços de Ação Social da Câmara de Santo Tirso, com consultas de psicoterapia lideradas por técnicos especializados da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Norte. Segundo o autarca, trata-se de um acompanhamento psicológico mas também informativo. “É um serviço que, sem dúvida, irá permitir melhorar a qualidade de vida das pessoas”, enfatizou.

Vítor Veloso, presidente do Núcleo Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro, sublinhou a importância deste apoio: “É importante pensar que, num agregado familiar, quando uma das pessoas tem cancro, há uma grande instabilidade nas famílias. Se pudermos ajudar a estabilizar as famílias, com certeza vamos conseguir melhorar, direta ou indiretamente, o momento que o doente atravessa”.

“Este gabinete é fundamental, e espero que através do exemplo que o presidente da Câmara deu, haja muito mais Municípios que possam dar o seu contributo de apoio ao doente oncológico”, elogiou Vítor Veloso.

Os doentes oncológicos do Município que necessitem deste tipo de consulta serão encaminhados pelas entidades ligadas à saúde, parceiras do Plano Municipal de Saúde, nomeadamente o Hospital Médio Ave e o Agrupamento de Centro de Saúde de Santo Tirso.

imagem

Partilhar
ColorAdd Icone