Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara cria Centros de Acolhimento Municipal com 300 camas

02 Abril 2020
Pavilhao municipal 1 980 2500

PAVILHÃO MUNICIPAL E PAVILHÕES DAS ESCOLAS DE AGRELA, D. AFONSO HENRIQUES, S. MARTINHO DO CAMPO E INA DISPONÍVEIS PARA DAR RESPOSTA A CASOS DE EMERGÊNCIA

A Câmara Municipal de Santo Tirso criou cinco Centros de Acolhimento Municipal distribuídos por outras tantas zonas do Município para dar resposta à situação pandémica que se vive no País. O Pavilhão Municipal e os pavilhões das escolas de Agrela, no Vale do Leça; D. Afonso Henriques, na Vila das Aves; S. Martinho do Campo, na zona nascente; e Instituto Nun’Alvres, em Além-Rio, têm disponíveis 300 camas, no total, para fazer face às necessidades de saúde pública das populações do Município e das dos Municípios do distrito do Porto. “É mais uma medida que visa reforçar a capacidade de resposta do Município de Santo Tirso face da evolução da Covid-19”, garante o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa.

Estão prontos os cinco Centros de Acolhimento Municipal destinados a acolher utentes, prestadores de cuidados e pessoal de apoio das instituições de solidariedade social que necessitem de apoio social em caso de emergência em território municipal e distrital.

O Pavilhão Municipal e os pavilhões das escolas de Agrela, D. Afonso Henriques, S. Matinho do Campo e Instituto Nun’Alvres foram equipados para dar uma resposta até à capacidade máxima de 300 camas.

Paralelamente, a Câmara Municipal tem já disponível um grupo de voluntários, escolhidos no âmbito da Bolsa de Voluntariado lançada conjuntamente com o Município e as 14 Juntas de Freguesia, para prestar apoio social a quem venha a necessitar de alojamento temporário nos cinco Centros de Acolhimento Municipal, em matéria de alimentação, cuidados de higiene e apoio psicológico.

“Desde o início da pandemia, o executivo municipal tem vindo a trabalhar com as autoridades de saúde, presidentes de Junta de Freguesia, agentes de proteção civil, empresas, paróquias e todo o tecido institucional do Município para articular medidas dirigidas à população em geral e aos grupos de risco de acordo com a fase de resposta à propagação da doença”, assume Alberto Costa, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, para acrescentar: “Temos procurado estar sempre um passo à frente na evolução da pandemia, razão pela qual avançámos com um conjunto de decisões num determinado momento e agora colocamos no terreno os cinco Centros de Acolhimento Municipal”.

“O objetivo é claro”, considera o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso. E explica: “Como é do conhecimento público, a Covid-19 tem um especial impacto em pessoas com mais de 65 anos, com patologias associadas, pelo que importa salvaguardar o papel das instituições de solidariedade social, nomeadamente com as valências de lar e Unidades de Cuidados Continuados. Queremos, por isso, ter pronta uma resposta adequada a qualquer tipo de emergência que, num futuro a curto ou a médio prazo, possa surgir na comunidade relacionada com pessoas e instituições em maior vulnerabilidade”.

Alberto Costa sublinha que “a Câmara Municipal decidiu dividir o Município nas cinco clássicas regiões e criar um Centro de Acolhimento Municipal em cada uma, salvaguardando assim todo o território municipal, dos extremos ao centro, em caso de uma emergência e da necessidade de prestar apoio às pessoas e às instituições prestadoras de cuidados de saúde e de higiene”.

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso adianta também que “os cinco Centros de Acolhimento Municipal estarão disponíveis para apoiar a comunidade local e a comunidade do distrito do Porto, caso as autoridades de saúde e de proteção civil distrital e a Segurança Social necessitem de dar uma resposta a situações que exigem uma imediata resolução”.

“Este não é o momento de cada um olhar para o seu quintal e construir muros, mas antes a hora de todos cuidarmos de todos”, afiança Alberto Costa, deixando ainda a certeza de que “a Câmara Municipal de Santo Tirso tem em marcha outras medidas de combate à pandemia que, no momento certo, serão anunciadas e disponibilizadas às autoridades de saúde e à população em geral”.

Partilhar
ColorAdd Icone