Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara atribui subsídio anual aos Bombeiros Voluntários Tirsenses e de Vila das Aves

13 Maio 2016
Foto arquivo  2  1 980 2500

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai atribuir um valor de 69 mil euros de subsídio anual direto às três associações humanitárias de bombeiros do concelho. Segundo o presidente da autarquia, “as verbas provenientes do Estado, a quem compete, por lei, financiar as corporações, são insuficiente face às atividades desenvolvidas pelos bombeiros”. Razão pela qual, recordou Joaquim Couto, a Câmara tem feito um esforço anual na ordem dos 200 mil euros, em apoios e outros subsídios.

A Câmara de Santo Tirso aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, a proposta de atribuição do subsídio anual direto aos Bombeiros Voluntários Tirsenses e de Vila das Aves, no valor de 23 mil euros para cada um. Um valor que também já tinha sido aprovado, em sede de reunião do executivo, para os Bombeiros Voluntários de Santo Tirso

“Estamos sensíveis aos problemas que as corporações do concelho atravessam. Em 2015, decidimos duplicar, voluntariamente, o subsídio anual que era atribuído às três associações humanitárias do Município. Este ano mantivemos o valor”, explicou Joaquim Couto, realçando que esta é uma atribuição que provém do orçamento da Câmara, e não do Estado, e que representa o reconhecimento público do Município pelo trabalho que prestam à comunidade e à causa pública”.

Ao longo do ano passado, recorde-se, o esforço da Câmara de Santo Tirso para apoiar as três corporações de bombeiros do concelho rondou os 200 mil euros, em vários apoios e outros subsídios que foram sendo atribuídos para diferentes programas na área da proteção civil.

“As corporações de bombeiros desempenham um papel insubstituível em prol da população do concelho, em matéria de prevenção e combate a incêndios, ações humanitárias, transporte de doentes e sinistrados, salvamento, mas não só. Estes homens desempenham uma função fundamental na formação dos jovens do concelho, contribuindo, à sua escala, para desenvolver cidadãos socialmente responsáveis e solidários”, elogiou Joaquim Couto.

Partilhar
ColorAdd Icone