Passar para o Conteúdo Principal
menu
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Câmara assinou protocolos com 11 grupos e ranchos folclóricos

04 Julho 2024

SUBSÍDIOS AOS AGRUPAMENTOS ASCENDEM A 2800 EUROS CADA

O presidente da Câmara de Santo Tirso, Alberto Costa, assinou protocolos com os 11 grupos e ranchos folclóricos em atividade no concelho, no âmbito da atribuição do subsídio anual do Município. Destes protocolos resulta, no corrente ano, um subsídio de 2800 euros a cada rancho folclórico, o que representa para a autarquia um investimento total de 30 800 euros.

Segundo Alberto Costa, “os protocolos assinados traduzem um compromisso no sentido de os grupos e ranchos folclóricos do concelho de Santo Tirso, atualmente em atividade, se manterem fiéis às suas tradições, tanto nos trajes como nos cantares”.

“Visam, também, permitir a participação destes grupos em iniciativas promovidas pela Câmara Municipal”, acrescentou.

Alberto Costa aproveitou a ocasião para enaltecer o trabalho desenvolvido pelos ranchos folclóricos que considerou ser “fundamental para manter vivas as tradições e a cultura do nosso concelho”.

Assinaram os protocolos os seguintes grupos e ranchos: Grupo Folclórico Infantil e Juvenil da Ermida (Santa Cristina do Couto); Grupo Folclórico de S. Martinho do Campo; Rancho Etnográfico das Aves; Rancho Folclórico S. Tiago de Rebordões; Rancho Folclórico de S. Salvador de Monte Córdova; Rancho Folclórico de S. Pedro de Roriz; Rancho Típico de Santa Maria da Reguenga; Rancho Etnográfico de Santa Maria de Negrelos (Roriz); Rancho Folclórico S. Mamede de Negrelos; Rancho Folclórico de Santa Eulália de Lamelas; Grupo Folclórico Santa Cristina do Couto.

Partilhar
ColorAdd Icone