Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Ampliação da rede pública de água arranca em Rebordões

28 Julho 2020
Investimento de cerca de 330 mil euros abrange varias freguesias 1 980 2500

INVESTIMENTO DE CERCA DE 330 MIL EUROS ABRANGE VÁRIAS FREGUESIAS

O presidente da Câmara de Santo Tirso, Alberto Costa, assinalou esta terça-feira o arranque das obras de ampliação da rede pública de abastecimento de água. Um investimento de cerca de 330 mil euros que irá permitir o alargamento de rede em oito freguesias do Município.

São 5,5 km de rede a servir mais de 180 alojamentos que começaram a ser construídos na freguesia de Rebordões. A ampliação da rede pública de abastecimento de água já arrancou e irá estender-se à União de Freguesias de Areias, Sequeirô, Lama e Palmeira e à União de Freguesias de Santo Tirso, Couto (Santa Cristina e São Miguel) e Burgães, bem como a Vila Nova do Campo, Roriz, Vila das Aves, Vilarinho e São Tomé de Negrelos. 

Na visita aos trabalhos, que decorreu na Avenida da Honra, na freguesia de Rebordões, o presidente da Câmara fez-se acompanhar pela presidente da Junta, Elsa Mota, pela diretora-geral da Indaqua Santo Tirso/Trofa, Anabela Alves, e pelo administrador do grupo, Pedro Perdigão.

O autarca explicou que, “após este investimento, a cobertura na área concessionada à Indaqua será de 94,2%” e lembrou que, “desde 2013, o investimento na rede pública de abastecimento de água é de cerca de 1,4 milhões de euros”. Para além disso, assegura estar previsto o arranque de “um investimento de cerca de 4,4 milhões de euros, da responsabilidade da Águas do Norte, na nova rede de abastecimento de água para o Vale do Leça”. Intervenção que irá garantir a construção de 1766 novos ramais, num total de 47,7 km de rede.

“Com a conclusão destas empreitadas, teremos investido mais de 15 milhões de euros nas redes públicas de água e saneamento, em dois mandatos”, sublinhou Alberto Costa.

Já Anabela Alves destacou a longa parceria da Indaqua com a Câmara Municipal de Santo Tirso, recordando que “possibilitou levar água segura a mais de 40 mil habitantes”.

“O investimento realizado nos últimos 10 anos em Santo Tirso permitiu abastecer locais mais isolados, aumentando a cobertura para mais de 94%”, explicou.

A necessidade de fazer ligações à rede pública de água é algo que Alberto Costa considera fundamental, “por se tratar de uma questão de saúde pública, já que todos devem ter acesso a água de qualidade”.

“A pensar na importância de esclarecer e consciencializar a população para que efetue a ligação à rede, a Câmara Municipal, em parceria com a Indaqua, tem vindo a desenvolver ações de sensibilização”, explica o autarca. Sensibilização, essa, que a presidente da Junta de Freguesia de Rebordões acredita estar a ter um impacto positivo na população, já que se começa a sentir “uma maior adesão à rede”.

As obras deverão estar concluídas no segundo semestre de 2020.

Partilhar
ColorAdd Icone