Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

11º Aniversário do Centro Interpretativo do Monte Padrão

16 a 18 Abril 2019
Cmst 11anivcimp thumbnail 1 980 2500

PROGRAMA

16 E 17 ABRIL | 21H30
Recriação Histórica - História Viva

Saber mais acerca dos nossos antepassados é importante, mas por vezes complicado.
O dia da História Viva, no Centro Interpretativo do Monte Padrão, vai fazer as crianças sentirem a magia de viajar no tempo.
A iniciativa contempla jogos romanos, acampamento militar, grupo de música e teatro “A Imperatriz”.

3 aos 12 anos
Inscrição gratuita em: museus@cm-stirso.pt ou 252 830 410

 

18 ABRIL

II Ciclo de Conferências

Estéticas de Poder

Expressões Plásticas na II Idade do Ferro do Nordeste Peninsular

10H00 – Abertura

Joaquim Couto

Presidente da Câmara de Santo Tirso

10H30 – Conferência

Escultura castrexa na provincia de Ourense

Manuel Garcia Valdeiras

11H00 – Conferência

Unhas interpretación simbólica dos balnearios castrexos

Ladislao Castro Perez

11H30 – Coffee Break

12H00 – Conferência

Proporção e estrutura na escultura galaica

Manuel Santos Estevéz

12H30 – Almoço

15H00 – Conferência

Ritualización e ¿desigualdade social? O caso de Monte do Castro (Ribadumia, Pontevedra)

Rafael Rodríguez

15H30 – Conferência

Hiperrealidad e Identidad material: las estatuas de guerrero en la cultura castrexa

Javier Rodríguez Coral

16H00 – Conferência

Plástica e escrita: senhas de identidade na escultura de guerreiros

Armando Redentor

16H30 – Conferência

Balneário Castrejo do Monte Padrão.

Estudo comparado

Álvaro Moreira, Sofia Carneiro e Tânia Pereira

17H00 – Coffee Break

17H15 – Apresentação de posters

17H45 – Encerramento

18H15 – Visita

Castro do Padrão

 

18 ABRIL | 21H30

Concerto – Galandum Galundaina

Galandum Galundaina faz parte da genealogia de uma região com um património musical e etnográfico único, que durante muito tempo ficou esquecido. Ao longo dos últimos 20 anos o grupo contribuiu para o estudo, preservação e divulgação da identidade cultural das Terras de Miranda, Nordeste Transmontano.

O seu trabalho de investigação e recolha, junto de pessoas mais velhas com conhecimentos rigorosos do legado musical da região, a par da formação académica na área da música, concretizou-se num sentido renovado no modo de entender as sonoridades que desde sempre conheceram. Com a sua música não procuram criar novos significados, mas antes descrever os lugares e a vida; encontrar as raízes que permitem que a cultura se desenvolva.

Local:
Centro Interpretativo do Monte Padrão
Preço:

público geral

entrada gratuita

Partilhar
ColorAdd Icone